sábado, 16/02/2019
Início » Editorias » Cultura » Museu da Gente Sergipana é tema dissertação
Duplichaves
Kelly Alves e os professores orientadores da sua dissertação, Ángel Baldomero Espina Barrio (dir.) e Daniel Valério Martins (esq.)

Museu da Gente Sergipana é tema dissertação

Publicado em 6 de julho de 2017, 19:20

Vencedor de vários prêmios, e reconhecido como um dos dez melhores e mais visitados museus do Brasil, o Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda foi tema de dissertação de mestrado aprovada com louvor pela Universidade de Salamanca, na Espanha, no mês passado. O trabalho sobre o museu, intitulado de “A Educação Intercultural através da Comunicação Interativa: Um estudo empírico do Museu da Gente Sergipana”, foi apresentado pela professora e gestora de Marketing paulista Kelly Lee Alves, que obteve o título de “Mestre em Antropologia de Iberoamérica” pela Universidade de Salamanca.

Formada em Relações Públicas pela Universidade Tiradentes (Unit), de Aracaju, e especialista em Marketing Estratégico, Kelly Lee Alves é professora dos cursos de Nutrição, Publicidade e Propaganda, e gestora de Comunicação e Marketing da Faculdade Anísio Teixeira, de Feira de Santana (BA), onde mora atualmente. Ela conta que, após morar em Aracaju, e passar quatro anos em Londres, onde trabalhou e estudou, decidiu morar em Salamanca, onde apresentou a sua pesquisa acadêmica para o mestrado tendo como tema o Museu da Gente Sergipana.

“Após ter morado em alguns países e ter visitados outros, o Museu da Gente Sergipana foi o que mais me encantou para desenvolver a minha pesquisa acadêmica para o mestrado em Antropologia de Iberoamérica. Conheci o Museu da Gente Sergipana e fiquei completamente apaixonada pelo comprometimento dos funcionários, a estrutura, a tecnologia, a rica cultura sergipana em contato com pessoas de outras culturas através dos visitantes de outros estados e de outros países. Na aplicação dos questionários, os visitantes se mostravam extasiados”, diz a professora, ressaltando que o museu é percebido como um espaço interativo e intelectual de aprendizagem da cultura sergipana.

A apresentação da dissertação de Kelly Alves foi feita por skype no último dia 30 de junho e ela teve como orientadores o Prof. Dr. Ángel Baldomero Espina Barrio e o Prof. Dr. Daniel Valério Martins, da Universidade de Salamanca.

O Museu da Gente Sergipana, inaugurado em 26 de novembro de 2011, é um museu totalmente tecnológico, voltado para expor o acervo do patrimônio cultural material e imaterial do estado de Sergipe através de instalações interativas e exposições itinerantes. Instalado no prédio do antigo Colégio Atheneuzinho, de Aracaju, que foi totalmente restaurado para abrigá-lo, o museu é mantido pelo Banco do Estado de Sergipe (Banese), Banese Card e pela Banese Corretora de Seguros, em parceria com o Governo do Estado.

 

Share Button
WWebsites

Leia Também

Jogadores do Itabaiana prestigiam filarmônica

Os jogadores  do Itabaiana, equipe que estreia logo mais à noite,  no Baptistão, pela Copa do …