quarta-feira, 09/06/2021
Cidade serrana de Itabaiana, onde fica o Salão Real

STF cassa liminar que permitia funcionamento de barbearia em Itabaiana

A alegria do pequeno empresário de Itabaiana, José Antônio Silva, dono do Salão Real, durou pouco. O presidente do  Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, suspendeu a liminar que permitia que a barbearia dele continuasse funcionando. Toffoli atende ao Governo de Sergipe que, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), entrou com o recurso pedindo o fechamento do salão.

Até ontem à tarde, o advogado André de Oliveira Rezende, que representa José Antônio, afirmou que não tinha conhecimento oficial da decisão do STF, por isso não se pronunciaria. E hoje ele ainda não falou a respeito da situação.

A liminar que permitia o funcionamento do Salão Real foi concedida pelo desembargador do Tribunal de Justiça de Sergipe, Ricardo Múcio Abreu. O salão estava fechado desde meados de março, quando o Governo do Estado determinou, por meio de um decreto, o fechamento de diversos estabelecimentos. O pequeno empresário José Antônio Silva só tem este sustento e está passando necessidades financeiras.

Leia Também

Infectologista destaca importância da proibição de fogueiras e fogos durante a pandemia

Conforme estabelecido no decreto nº 6.477, publicado no Diário Oficial do Município, no dia 2, …