quinta-feira, 04/03/2021
O skimboard é novo em Sergipe

Começa domingo, em Aracaju, a primeira etapa do Circuito Sergipano de Skimboard

Colunista esportivo Charles Hardman

Neste domingo (08), próximo ao farol, na praia da Coroa do Meio, em Aracaju, acontece a 1ª etapa do Circuito Sergipano de Skimboard. A competição, que será promovida pela equipe Caba da Peste, terá início às 10 horas. As inscrições podem ser feitas até o meio dia do sábado, no direct cabadapesteskim do Instagram ou através do contato telefônico 9.9928-4865. Os interessados terão que pagar o valor de R$ 5,00 pela categoria escolhida: iniciante, amador e open.

O surf skimboard surgiu perto do ano de 1930, na praia de Laguna Beach, no estado americano da Califórnia. A prática dessa modalidade esportiva deriva do antigo “Sonrisal”, uma espécie de prancha redonda feita de madeira. No Brasil, o esporte já é bastante difundido nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pernambuco e Bahia.

Para Ítalo Ramond, atleta e integrante da Caba da Peste, o skimboard sergipano vem crescendo por causa do número positivo de adeptos. “Em média são entre 15 e 18 atletas que treinam diariamente ou somente nos finais de semana, além de comparecerem aos eventos”, afirmou.

Lucas Fink,  primeiro brasileiro a ser  campeão mundial

De acordo ainda com Ítalo, o esporte é novo em Sergipe e há seis anos, quando ele começou, tinham muito poucos skimmers. No entanto, acredita que devido o atleta Lucas Fink ter sido o primeiro brasileiro campeão mundial muita gente passou a conhecer mais o skimboard. No ano passado, o carioca Lucas Fink subiu ao pódio e ergueu o troféu exatamente enquanto comemorava o aniversário de 21 anos. O mundial aconteceu em Vilano Beach, na Flórida.

 

Apesar disso, Ítalo lamenta que a classe empresarial sergipana ainda não tenha despertado o interesse para apoiar o esporte o que resulta numa premiação mais simbólica. “Normalmente são brindes, medalhas e troféus. A cada ano que passa a gente vai tentando melhorar isso. Porém, no domingo que vem apenas os 1º, 2º e 3º colocados receberão troféus sem mais outro tipo de prêmio”, comentou.

Como surfar

O princípio básico para a prática esportiva consiste em correr e lançar a prancha no espelho d’água com o fim de deslizá-la em direção à arrebentação, sendo esta a parte da praia onde as ondas se quebram.

“A gente pode até dizer que é uma parada fácil, mas não é. O principal é a determinação, porque logo no começo você tem que aprender o ‘drop’. Isto é correr em direção a onda e jogar prancha rapidamente para subir nela, além de manter-se equilibrado. Como ela não possui quilhas, o equilíbrio e a base da direção praticamente são os quadris e o tronco”, explicou Ítalo Ramond.

“Além disso, o skimboard requer do atleta o esforço das pernas. Isso porque exige muito arranque. Então, devemos ter uma boa preparação de musculação para o ganho de força e também de fisioterapia atuando no tratamento e prevenção de lesões”, completou.

Leia Também

Conceito Soluções Esportivas apresenta um novo modelo de corrida de rua; inscrições para Corrida da Praia estão abertas

Depois do sucesso da primeira corrida de 2021 – a Divas Beach -, com um …