segunda-feira, 11/11/2019
Início » Editorias » Cidades » Caranguejo supostamente sujo de óleo vira caso de polícia em Aracaju
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
O caranguejo, supostamente, sujo de óleo

Caranguejo supostamente sujo de óleo vira caso de polícia em Aracaju

Compartilhe:
JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

A foto de um caranguejo, supostamente sujo de óleo e que teria sido servido em um restaurante na praia de Aruana, em Aracaju, vai virar caso de polícia. O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-Sergipe),  Augusto Carvalho, vai procurar a Secretaria de Segurança Pública  para descobrir o autor da foto que viralizou nas redes sociais. A foto foi postada no Instagram, @avozqmeresta e diz que um cliente, num  bar da Aruana, teria pedido o caranguejo que chegou nas condições mostradas. E claro, ele desistiu de comer.

Augusto Carvalho acredita que a  informação seja falsa e quanto mais ela é divulgada piora a situação. Uma imagem desta (do caranguejo sujo de óleo)  não fica só  em Sergipe. Em questão de minutos, corre o mundo” , frisou. Ele argumentou que, mesmo que os catadores de caranguejo tenham pego um caranguejo no mangue, o crustáceo já estaria morto e jamais chegaria a algum restaurante.

Augusto Carvalho vai conversar, também, com o secretário estadual do turismo, Sales Neto,  sobre o assunto e ver se é possível que seja distribuída uma nota conjunta a fim de tranquilizar, não só os consumidores sergipanos, mas também os turistas. “Nós temos que trabalhar com a verdade” destacou. Hoje a Abrasel representa cerca de 5 mil empresários em Sergipe,  1.900 deles em Aracaju.

No Instagram

A foto com o caranguejo sendo  servido com óleo foi publicado no Instagram @avozqmeresta e conta que o crustáceo foi servido num restaurante de Aracaju no sábado, 2, na praia de Aruana, mas não especifica em qual deles.

Os responsáveis pelo @avozqmeresta divulgaram uma nota garantindo que checaram às fontes “e estabeleceram contato direto com quem passou pela situação. A família é local e tem hábito de comer caranguejo. Repassamos a informação como forma de alertar a população a respeito do ocorrido. Concordamos que o caso exige um estudo dos órgãos competentes”.

O Só Sergipe se colocou à disposição dos responsáveis pelo @avozqmeresta para qualquer esclarecimento.

Compartilhe:

Leia Também

Frente Unificada de Sergipe já recolheu mais de 1 tonelada de óleo do litoral

Powered by Rock Convert De setembro até agora, os órgãos públicos que integram a Frente …

WhatsApp chat