quinta-feira, 13/01/2022

Feliz Ano Todo

Compartilhe:
Luiz Thadeu (*)

Estaremos dentro de poucos instantes, começando mais uma viagem, com o tempo previsto de 365 dias. Definam bem seu destino, e embarquem na plataforma 2022. Quem tiver na bagagem mágoas, ressentimentos, indecisões, tristezas, frustrações, pendências em geral, por gentileza, deixá-las no balcão 2021. Elas pesam muito, fazem mal para a saúde e serão um fardo no ano novinho que está a esperar-nos.

A vida é uma viagem, aproveite o percurso, tudo é tão fugaz, muda a todo instante.

Os passageiros que portarem sorrisos nos lábios, coração aberto, capacidade de amar, visão de futuro, olhar voltado para o belo, mãos aptas a construir coisas novas e edificantes, terão assentos preferenciais ao lado da janela da felicidade.

Solicitamos a todos que apertem o cinto da esperança e recomendamos que ninguém, em hipótese nenhuma, utilize a saída de emergência durante a viagem.

Caso haja turbulência, que com certeza haverá, mantenham a calma e a confiança no piloto da aeronave, o Senhor Deus, senhor de todas as coisas. Ele sabe tudo e conhece cada um de nós, por isso estará ao lado de cada passageiro.

A todos, uma excelente viagem, lembrando que o ano de 2022 é o primeiro do restante de nossas vidas.  Aproveite cada momento, inclusive os ruins que servem de aprendizado.

Deus criou o tempo, os homens inventaram o calendário: os dias, as semanas, os meses, os anos. Finda mais um ano, logo mais teremos um ano novinho em folha.

Assim o tempo segue seu curso; termina um ano, começa outro para tomarmos fôlego para continuar na labuta diária.

Recomece! Se refaça! Recorra ao inesgotável baú de memórias, relembre das boas coisas, dos bons momentos. Quando, lá na frente, a vida não lhe sorrir, recupere sua fé, abra um largo sorriso. Lembre-se você está vivo, e recomece novamente.

Ouvi dizer que ano de 2021 foi um ano perdido, mas te digo que não é verdade…..

Foto: Freepik

2021 foi o ano que além de aprender muito em que, caro leitor, amiga leitora,tem algo de bom para guardar. Neste ano me reinventei, superei barreiras, e a maior delas foi teimosamente me manter vivo. Viver é perigoso, a vida é frágil, fugaz, um sopro, que pode acabar no momento seguinte. Continuar vivo é privilégio.

Após quarenta anos graduado em Agronomia, iniciei aos 62 anos, o curso de Jornalismo, antiga meta, por anos adiado. Fecho o ano escrevendo para dez jornais. Como os sonhos são minha matéria prima, sigo realizando pequenos desejos.

Caro leitor, amiga leitora, você assim como eu, somos sobreviventes de tempos difíceis, em que cegos conduzem tolos, que por serem muitos, dirigem nossas vidas.

Vivemos e vivenciamos tempos tóxicos, de cizânias, de burrices pueris e atrasadas por causa de ideologias tolas e nocivas. Tempos em que energúmenos negacionistas que nos governam, duelam com a ciência e milhares de pessoas perdem a vida. Ano difícil, em que perdemos familiares e amigos queridos para um vírus invisível, traiçoeiro e altamente letal, que continua a fazer estragos pelo mundo, nos tornando reféns do medo. Estamos assistindo ao recrudescimento de tudo.

Em 2021 a fome mostrou sua dura face em um Brasil que é o celeiro do mundo, maior produtor de grãos e proteína animal do planeta. Nossa desigualdade aumentou. Vergonha. Enquanto isso, nossa classe política enche os bolsos.

Como realista esperançoso, só me resta pedir a Papai do Céu que nos abençoe, ilumine e proteja no ano novo. Respira fundo, pela frente tem muito mundo.

“Para você, desejo o sonho realizado. O amor esperado. A esperança renovada. Para você, desejo todas as cores desta vida. Todas as alegrias que puder sorrir. Todas as músicas que puder emocionar. Desejo que os amigos sejam sempre cúmplices, que sua família esteja muita unida, que sua vida seja mais bem vivida. Gostaria de lhe desejar tantas coisas, mas nada seria suficiente… Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto, rumo à sua felicidade.” Carlos Drummond de Andrade.

Bença pra quem é de bença, saravá pra quem for de saravá, axé para quem for de axé, salam para os de salam, shalom para quem for de shalom, namastê para quem for de namastê, beijo para quem for de beijo, abraço pra quem for de abraço.

Um brinde à vida, à nossa capacidade de resiliência, um brinde à 2022. Saúde.

_________________

Luiz Thadeu Nunes e Silva é engenheiro agrônomo, palestrante, cronista e viajante: o sul-americano mais viajado do mundo com mobilidade reduzida, visitou 143 países em todos os continentes.

Compartilhe:

Leia Também

Você já ouviu falar do Tesouro Direto? 

No ano de 2022 é esperada uma subida da taxa de juros básica da economia. …

Deixe um comentário