quarta-feira, 23/10/2019
Início » Editorias » Cidades » Aracaju se manifesta contra e a favor de Lula
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
Líderes petistas e representantes de movimentos populares se reuniram nesta sexta, no Sindicato dos Bancários

Aracaju se manifesta contra e a favor de Lula

Compartilhe:
JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

A condução coercitiva do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, PT, para prestar depoimentos nesta sexta, 4,  à Polícia Federal (PF), em São Paulo, desencadeou uma série de manifestações contra e a favor do juiz Sérgio Moro, autor da ordem, em todo Brasil. Em Aracaju, um pequeno grupo fez uma manifestação  de apoio  à Polícia Federal, em frente a superintendência,  enquanto que apoiadores do ex-presidente fizeram um ato no auditório do Sindicato dos Bancários. Logo depois saíram em passeata até a praça da Bandeira, no centro da capital.

Enquanto o Movimento Brasil Livre apenas colocou cartazes no prédio da superintendência da PF, na avenida Rio de Janeiro, estimulando um pequeno buzinaço feito por motoristas, no Sindicato dos Bancários, houve gritos de ordem a favor de Lula. Durante reunião liderada pelo presidente do diretório estadual do PT, Rogério Carvalho, ficou acertado que no dia 8 de maio, Dia Internacional da Mulher, haverá um grande ato em favor do ex-presidente, assim como no dia 18 de março, uma sexta-feira.  A ordem, nesta data, é não sair das ruas.

Integrantes de diversos movimentos populares asseguraram que estão todos dispostos a lutar a favor do ex-presidente Lula, inclusive trazer para Aracaju, diversos trabalhadores rurais. O presidente do diretório estadual do PT, Rogério Carvalho, disse que o ex-presidente Lula foi “sequestrado” e não conduzido coercitivamente.

Já o deputado estadual Francisco Gualberto, PT, considerou absurda a atitude do juiz federal Sérgio Moro e questionou porque o magistrado não fez o mesmo com Fernando Henrique Cardoso.  “O juiz não pediu a condução coercitiva do Anastasia (senador Antônio Anastasia, PSDB) e do Aleluia (deputado federal José Carlos Aleluia, DEM)”, disparou o deputado. O parlamentar ainda questionou por que não houve, ainda, investigação no Instituto Fernando Henrique Cardoso.

Compartilhe:

Leia Também

Atores sergipanos chamam atenção com performance para tragédia ambiental no Nordeste

Powered by Rock Convert Com os corpos pintados de preto, para simular óleo, um grupo …

WhatsApp chat