sexta-feira, 18/10/2019
Início » Artigos » Alimentação & Trabalho: o equilíbrio é fundamental
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert

Alimentação & Trabalho: o equilíbrio é fundamental

Compartilhe:
(*) Talita Costa

Na correria do dia a dia, muitas pessoas acabam por não alimentar-se de forma correta, sempre recorrendo ao fast-food e às “guloseimas” que são vendidas nas ruas.

Cada tipo de trabalho, seja ele mais “braçal” ou mais “mental”, exige um gasto de energia, que deve ser suprido com boas refeições, além de balanceadas energeticamente, equilibradas nutricionalmente.

As empresas passaram então, no decorrer dos anos, a perceber que seus colaboradores adoeciam pela má alimentação. Dessa forma, por intervenção do Ministério do Trabalho e da Saúde, surgiu o PAT (Programa de Alimentação do Trabalhador), que obriga uma parte das empresas a fornecer refeições nutritivas e adequadas aos seus funcionários, no próprio local, sempre com o acompanhamento do profissional nutricionista.

Dessa forma, os trabalhadores ingerem uma alimentação mais nutritiva e adequada ao tipo de atividade desempenhada.

Além disso, muitas ações de conscientização são feitas dentro das empresas, a fim de que o colaborador entenda o quão importante para a saúde é manter uma alimentação saudável também fora do ambiente de trabalho.

Todos esses cuidados contribuem para um trabalhador mais assíduo, ou seja, menos faltas no trabalho por doenças, também auxiliam ao melhor desempenho físico e mental, ou seja, melhor produtividade. Reduz stress e os trabalhadores ficam mais motivados. Também há uma redução significativa em acidentes de trabalho.

Como consequência ainda, tudo que é aprendido e vivido dentro das empresas, fazem com que o funcionário realize adequações na sua casa, com sua família, transformando num efeito ainda maior na promoção da saúde.

Neste mundo moderno e tecnológico, parece que o hábito de alimentar-se tornou-se algo que precisa ser feito rápido e sem muito trabalho. Porém, quando a pessoa se organiza e foca em algumas rotinas, consegue não descuidar da saúde.

Afinal, é preciso mantê-la para adquirir bons resultados de trabalho.

(*) Talita Xavier Costa é nutricionista e escreve quinzenalmente, às sextas-feira, no portal. Ela é pós-graduada em Gestão, qualidade e segurança em alimentação, especialista em Auditoria em alimentação e Nutrição; e especialista em Alimentação Escolar.

Compartilhe:

Leia Também

Você compra por impulso ou porque realmente precisa?

Quando falamos de educação financeira, o primeiro pensamento que vem em nossas mentes é que …

WhatsApp chat