segunda-feira, 23/07/2018
Início » Editorias » Cidades » Maçons pedem ao povo que eleja candidatos ficha-limpa
Duplichaves
Reage Brasil

Maçons pedem ao povo que eleja candidatos ficha-limpa

Share Button

A Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil (CMSB) divulgou, essa semana, a Carta de Vitória, assinada por Sereníssimos Grãos Mestres de 27 Estados brasileiros, conclamando os brasileiros para que, nas eleições de 2018, utilize o voto “como instrumento de mudança na construção social, elegendo candidatos ficha-limpa e comprometidos com os princípios de ética e moralidade”. A Carta foi o resultado da XLVIII Assembleia Geral Ordinária, de 4 a 8 de julho, em Vitória, no Espírito Santo.

Entre os pontos elencados na Carta de Vitória, os maçons alertam para os clamores “contra a corrupção e malversação da verba pública entre outros, que tem sido uma constante em suas proclamações divulgadas à Nação”.

O Sereníssimo Grão Mestre da Grande Loja de Sergipe, Alberto Jorge Franco Vieira, foi uma das autoridades maçônicas presentes na assembleia é que assinou a Carta de Vitória, assim como o presidente do evento, Walter Alves Noronha, grão-mestre do Espírito Santo.

CARTA DE VITÓRIA/ES

A Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil (CMSB), instituição que congrega as Grandes Lojas Maçônicas de todos os Estados brasileiros e do Distrito Federal, reunida na XLVII Assembleia Geral Ordinária, no período de 04 a 08 de julho de 2018, na cidade de Vitória/ES, fiel à histórica vocação da Ordem Maçônica Universal de contribuir para a solução dos problemas que afetam a sociedade, torna público que:

Considerando os alertas e clamores contra a corrupção e a malversação da verba pública entre outros, que tem sido uma constante em suas proclamações divulgadas à Nação;

Considerando o claro desacordo com relação ao desempenho e comportamento daqueles que deveriam trabalhar pela causa do povo e que, particularmente no que tange à classe política, não honram o contrato social que lhes concede tamanha autoridade;

Considerando que o que se tem visto é um claro descumprimento dos princípios de ética, moralidade e impessoalidade por parte daqueles que deveriam fielmente cumpri-los.

Conclama o povo brasileiro para que no pleito eleitoral de 2018, utilize seu voto como um instrumento de mudança na construção social, elegendo candidatos ficha-limpa e comprometidos com os princípios de ética e moralidade que devem nortear o comportamento de todo político no exercício do seu mandato, visando a retomada da estabilidade política, econômica e social do País.

Reage Brasil!

 

Share Button
WWebsites

Leia Também

Repórter fotográfico Jorge Henrique faz exposição no Shopping Jardins

Depois de 35 dias cobrindo a Copa da Rússia, o repórter fotográfico Jorge Henrique Oliveira …