sábado, 20/10/2018
Início » Editorias » Cidades » Governador assina documento pela democracia
Duplichaves
Jackson Barreto recebe o manifesto dsasmãos do advogado Carlos Alberto Menezes Foto: Victor Ribeiro\ASN

Governador assina documento pela democracia

Share Button

Mais de 30 advogados estiveram hoje, 4, à tarde com o governador Jackson Barreto, no Palácio de Veraneio, e foram pedir que ele assinasse um manifesto em favor da democracia. Eles são contrários á decisão do Conselho da Ordem dos Advogados do Brasil que deliberou pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff. Jackson foi a 265ª pessoa a assinar o documento intitulado Manifesto em Defesa da Constituição, Advogados em favor da Democracia.

Para o governador Jackson Barreto, “um ato como esse dos advogados nos entusiasma mais ainda e nos chama à responsabilidade de forma mais objetiva. Não tenho dúvida de questionar o que está ocorrendo em Brasília e não se trata apenas de não seguir o meu partido, o PMDB, se trata de seguir a minha consciência”.

Ele lembrou que lutou pela redemocratização do país e pelas liberdades individuais e coletivas. “Após a frustração das Diretas Já, nós começamos a traçar uma alternativa para o país culminando com as eleições livres e democráticas. Neste momento, volto a defender o estado democrático de direito e tenho o compromisso de convencer nossos deputados em Brasília. Já estou conversando com vários deles, mas peço aos advogados que mostrem aos nossos parlamentares que juridicamente este pedido de impeachment é inconstitucional”, ressaltou.

O advogado Lucas Rios afirmou que neste momento um grupo representativo de advogados e advogadas está contra a posição tomada pela OAB nacional e se colocando a favor da democracia e da Constituição Federal. “Somos a quinta economia mundial, tiramos mais de 40 milhões de pessoas da miséria, passamos a ser credor do FMI (Fundo Monetário Internacional). Não podemos nos equiparar às republiquetas e ditaduras que mudam de presidente de dois em dois anos. Estamos aqui para pedir o apoio do governador Jackson Barreto, que é um sobrevivente da ditadura e defensor da democracia”, acentuou.

O procurador Marcos Póvoas destacou que diversas gerações estão unidas em defesa desta luta que é preservar o Estado de Direito Democrático Brasileiro. “Estão juntos aqueles que lutaram contra a ditadura, que foram para as ruas defender as Diretas Já e aqueles que viram Lula e Marcelo Déda chegarem ao governo. É a geração dos anos 1960 a 2000 que volta às ruas para garantir a democracia”, enfatizou.

O advogado e professor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Carlos Alberto Menezes, afirmou que o governador é a maior liderança do estado e tem compromisso com a história, com a democracia e com a soberania do país. “Para se destituir um presidente é preciso existir relevância jurídica nos argumentos. A rigor, o que estamos vendo, é uma malandragem jurídica que montaram. Queremos que o governador converse com os nossos deputados federais e peça para votar contra o impeachment. Sabemos do compromisso de Jackson Barreto com a liberdade e a democracia”, discorreu.

Share Button
WWebsites

Leia Também

SSP procura bandidos que roubaram arma de PM

A Secretaria de Segurança Pública informou hoje,19, que a Polícia Civil já sabe quem  foram …