segunda-feira, 17/06/2019
Início » Segurança Pública » Advogado é morto a tiros em Aquidabã
Duplichaves
Jarbas Feitoza foi morto a tiros hoje em Aquidabã Foto: redes sociais

Advogado é morto a tiros em Aquidabã

Publicado em 11 de março de 2019, 16:16

O advogado  e procurador municipal, Jarbas Feitoza de  Carvalho Filho foi morto a tiros, no início da tarde de hoje, 11, numa propriedade rural no povoado Campo Grande, em Aquidabã.  Ele estava no local para pegar a documentação de um animal que havia adquirido através de uma troca, quando um homem chegou, em uma moto Honda CB 300, e anunciou o assalto. Depois de recolher o que queria, o homem disparou  dois tiros contra o advogado.

O delegado da cidade, Marcos Garcia, responsável pela investigação, disse que o criminoso pegou um envelope, possivelmente com dinheiro, e sem que a vítima esboçasse reação, o matou. Garcia está trabalhando com duas linhas de investigação: latrocínio, que é o roubo seguido de morte, ou crime de mando.

Isso porque o advogado emprestava dinheiro a juros. “É provável que ele estivesse sendo observado e o crime tenha sido premeditado. Hoje é dia de feira livre na cidade e era comum ele carregar dinheiro para as transações que fazia”, explicou Garcia.

O delegado disse que uma pessoa testemunhou o crime. Era o rapaz com quem Jarbas havia feito a transação do animal. “O proprietário da fazenda passou na casa dele de moto e os dois foram até a propriedade para pegar os documentos. Conversei com ele e ele contou como tudo aconteceu. Agora, vamos para a delegacia dar início aos depoimentos”.

É possível que as câmeras de  segurança das fazendas, na região,  tenham imagens que possam ajudar a elucidar o crime. Além de procurador do município, Jarbinha, como era mais conhecido, representava a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na região.

O advogado é filho do médico Jarbas Feitoza Carvalho e sobrinho de João Feitoza, sogro do prefeito de Aquidabã, Márcio Lucena.

Leia Também

Operação PC 27 prende 40 pessoas em Sergipe

A Polícia Civil de Sergipe prendeu 40 adultos e apreendeu dois adolescentes pelos crimes de …