sábado, 01/05/2021
Unidade da Yazaki, no Distrito Industrial de Socorro

Yazaki diz que “foi drasticamente impactada” com o fechamento da Ford; empresa tem uma unidade em Socorro

A Yazaki Mercosul (YM) divulgou um comunicado no início da tarde de hoje, 12, informando que, como fornecedora direta da Ford “foi drasticamente impactada com a notícia” do fechamento da montadora no Brasil, ocorrido na segunda-feira, 11. A Yazaki tem uma unidade em Nossa Senhora do Socorro, na região metropolitana de Aracaju, e gera cerca de três mil empregos diretos, e é responsável pela fabricação de componentes elétricos dos automóveis da Ford.

De acordo com a YM, “o encerramento das atividades da Ford trará consequências diretas aos negócios da empresa, já que atualmente 20% da produção é direcionada à empresa”. O corpo diretivo da Yazaki está analisando a gravidade da situação, “visando garantir que as mais justas medidas sejam adotadas, com transparência e integridade a todos os colaboradores que possam ser afetados com as atuais circunstâncias”.

A nota da empresa diz que “boletins atualizados com o status do avanço das negociações entre Ford e Yazaki serão publicados a fim de manter os colaboradores informados a cada novo fato relacionado ao assunto”.

Assim como todo o mercado, a YM diz que, “com muita tristeza foi surpreendida com a decisão da Ford em fechar as montadoras no Brasil.

“Notícia péssima”

Celso Hiroshi: “ter cuidado”

O presidente da Associação das Empresas do Distrito Industrial de Socorro (Assedis), Celso Hiroshi, disse que é uma “notícia péssima” para o município de Socorro, mas alertou que é necessário ter cuidado neste momento para não colocar os colaboradores da Yazaki em pânico.

“Nós temos aqui a YM, mas que também tem contratos com a Fiat e a Jeep, fabricando peças para o Fiat Toro e a Renegade. Temos que ter cuidado neste momento, para que o assunto não vire um instrumento político”, ponderou.

Hoje, numa rede social, o deputado federal Fábio Henrique (PDT) disse estar preocupado com a situação dos colaboradores da YM, pois a produção ia direto para a fábrica da Ford, em Camaçari, que será fechada. A montadora também tem unidade em Taubaté, e em Horizonte, no Ceará, para jipes da marca Troller. Os veículos agora serão importados da Argentina e do Uruguai.

Leia Também

Economistas concordam que o Programa BEm é essencial para preservar empregos no país

Os economistas Luís Moura, do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio Econômicos (Dieese),  e …