segunda-feira, 14/10/2019
Início » Editorias » Segurança Pública » Secretário de Justiça recebe diretoria do Sindpen
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
Cristiano Barreto dialoga com o Sindpen

Secretário de Justiça recebe diretoria do Sindpen

Compartilhe:

O secretário de Justiça e Defesa do Consumidor, Cristiano Barreto, recebeu nesta segunda-feira (16) a diretoria do Sindicato dos Agentes Penitenciários e Servidores da Sejuc (Sindpen). Isso ocorre uma semana depois dele ter sido empossado no cargo pelo governador Jackson Barreto.

“Foi uma reunião de boas vindas e eles ficaram bastante satisfeitos por terem, logo nessa primeira semana, acesso ao secretário. Trocamos informações, ouvimos as reivindicações e agradeci o apoio deles. Este secretário está disposto a trabalhar pela melhoria da categoria”, assegurou Barreto.

Sobre a realização do concurso público, Cristiano Barreto disse que o governador já anunciou a realização para o segundo semestre deste ano.  Quanto às outras reivindicações da categoria, o secretário afirmou que as negociações serão reabertas e garantiu, que dentro das limitações financeiras do Estado, fará tudo para trazer melhorias para os agentes e guardas prisionais.

Ele lembrou, inclusive que dos R$ 44 milhões que a Sejuc recebeu no final do ano passado, há uma verba de R$ 1, 8 milhão para compra de 648 armas (pistolas calibre ponto 40, escopetas calibre 12 e fuzis 556), além de 93 kits de antitumulto, avaliados em R$ 625 mil.

O presidente do Sindpen, Luciano Nery, frisou que este primeiro contato oficial com o secretário Cristiano Barreto foi, não só para dar-lhes boas vindas, mas, também para reivindicar o concurso público, que é a demanda mais urgente da classe. “Os anúncios de investimentos foram debatidos com o secretário e esperamos que as verbas sejam bem utilizadas, não só para que possamos ter nossos equipamentos de proteção individual (EPIs), também para melhoria do sistema prisional”, disse.

“Eu já esperava essa atitude excelente do secretário Cristiano Barreto, um colega da área criminal, um servidor público de carreira que entende os pleitos. Ele veio para somar, com espírito desarmado e demonstra, de maneira franca, que não tem subterfúgios. Ao Sindpen caberá continuar as reivindicações, dentro da legalidade, cada um no seu papel com muito respeito entre ambos”, disse Arício Andrade, advogado do Sindpen.

Fonte: Ascom Sejuc

Compartilhe:

Leia Também

PF faz Operação Mosqueteiros em empresas acusadas de fraude

A Polícia Federal (PF) e a Controladoria Geral da União (CGU) deflagraram hoje, 10, a …

WhatsApp chat