terça-feira, 20/08/2019
Início » Editorias » Política » Presidentes de Assembleias Legislativas Nordestinas lançam documento de repulsa a declarações de Bolsonaro
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
Luciano Bispo, presidente da Alese, foi um dos assinou o documento Foto: Agência Alese

Presidentes de Assembleias Legislativas Nordestinas lançam documento de repulsa a declarações de Bolsonaro

Compartilhe:

Os nove presidentes das Assembleias Legislativas do Nordeste – colegiado ParlaNordeste, entre eles o de Sergipe, Luciano Bispo, divulgaram uma nota pública repudiando as declarações do presidente Jair Bolsonaro, na última sexta-feira, 19. Bolsonaro chamou os nordestinos, pejorativamente, de “paraíbas” e criticou o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Ouça o que disse o presidente Bolsonaro

No documento, os presidentes das Assembleias alertam que a Região Nordeste é “a terceira maior economia do Brasil, é morada de 53 milhões de brasileiros que têm orgulho de viver não só na Paraíba, mas também, no Maranhão, em Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí”.

O ParlaNordeste ressalta o importante trabalho desenvolvido pelos nove governadores eleitos e reeleitos democraticamente pelo povo nordestino, os quais não têm medido esforços para promoverem o desenvolvimento dos seus estados e proporcionarem uma vida digna à população.

“Por isso, lutaremos contra todo tipo retaliação em função de diferenças políticas ou preconceito. Exigimos respeito e não abriremos mão do cumprimento dos deveres do Governo Federal para com a nossa região”, disseram.

Veja a lista dos presidentes das Assembleias Legislativas do Nordeste

Othelino Neto – presidente do Parlanordeste (MA)

Adriano Galdino (PB) – vice-presidente do Parlanordeste

José Sarto (CE) – secretário do Parlanordeste

Themístocles Filho (PI)

Luciano Bispo (SE)

Nelson Leal (BA)

Marcelo Vitor (AL)

Compartilhe:

Leia Também

TRE cassa o mandato de Belivaldo e Eliane Aquino

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SE) cassou, por seis votos a um,  o mandato do governador …

WhatsApp chat