quarta-feira, 09/06/2021
Tanto no contexto rural como no contexto urbano podemos desenvolver projetos produtivos empreendedores que se orientem pelo perfil da consciência ecológica

Permacultura e Empreendedorismo

Iginio Rivero Moreno (*)

A permacultura não é uma filosofia limitada ao contexto rural. Não é só na vida no campo que a gente pode desenvolver projetos permaculturais. Por enquanto, temos muitos exemplos urbanos  coletivos que estão trabalhando sob a base do pensamento permacultural com hortas orgânicas, bioconstrução, produção ecológica, comércio solidário, etc…

É muito certo que o empreendedorismo é uma ideia proposta em princípio, desde uma visão economicista que busca impulsar o fluxo da microeconomia sem discriminação de conceitos éticos. Visto como uma estratégia, o empreendedorismo direcionado com a filosofia permacultural consegue se transformar num instrumento de desenvolvimento extraordinário como alternativa para uma produção baseada em princípios éticos, ecológicos, apropriados para dar satisfação às necessidades de preservação da vida do nosso tempo.

Tanto no contexto rural como no contexto urbano podemos desenvolver projetos produtivos empreendedores que se orientem pelo perfil da consciência ecológica e permitam abrir opções de consumo que beneficiem a saúde e sejam amigáveis com o meio ambiente.

Pimentas “Vulcano”
Hambúrguers veganos

Existem sem dúvidas no Brasil, em Sergipe, em Aracaju, muitos empreendimentos respeitosos  com a vida e com o meio ambiente. Por exemplo, posso falar de alguns novos e poucos conhecidos como as pimentas “Vulcano”, do Chef Fabio Prado, produtos feitos com ingredientes naturais, num processo com alta qualidade; os hambúrguers veganos  “Natural Burguer” de Igor e Simone Azevedo, excelente proposta nutritiva e alternativa de alto padrão culinário para quem está levando uma dieta saudável, mas com sabor.

Molhos e pastas com ingredientes naturais

Também posso falar do empreendimento de “Arvôre Alimentos Saudáveis”, uma iniciativa de uma nutricionista sergipana e um venezuelano sonhador que encontrou em Aracaju a possibilidade de dar continuidade aos sonhos de um projeto de vida, iniciado no seu país. Estou fazendo isso em parceria com uma mulher extraordinária, apaixonada pelo seu país e  sua terra, e que acredita na vida e nas possibilidades criadoras e resilientes para transformar qualquer adversidade, olhando sempre os obstáculos como oportunidades para crescer.

Desta maneira, temos criado, Talita Xavier Costa e eu, uma possibilidade produtiva que oferece desde molhos e pastas, feitos com ingredientes totalmente naturais combinados com técnicas culinárias artesanais e de conservação alimentar profissional, até frutos desidratados com a maior experiência e cuidado para manter intacta a estrutura nutricional dos alimentos. Produtos que podem ser encontrados em empórios, padarias gourmet e supermercados de Aracaju e Itabaiana, por enquanto.

Uma mostra de empreendedorismo com uma visão diferente, que faz possível incursionar, com sucesso econômico, produtos sadios, de alto padrão de qualidade e que permite romper com a corrente nociva de uma alimentação de processados industriais cancerígenos.

 

(*) Poeta e artesão venezuelano. Licenciado em Educação, especializado em Desenvolvimento Cultural pela Universidade “Simón Rodríguez”, Venezuela.

** Esse texto é de responsabilidade exclusiva do(a) autor(a).  Não reflete, necessariamente, a opinião do Só Sergipe.

Leia Também

Abraji inaugura curso aberto de checagem de fatos com apoio da Google News Initiative

A checagem de fatos será tema de curso on-line da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo  (Abraji) …