domingo, 25/10/2020
Manifestantes caminharam pelo centro de Aracaju

Ato a favor de Dilma, mas contra política econômica

Mulher defende a presidente
Mulher defende a presidente

A favor do Estado Democrático de Direito, da manutenção da presidente Dilma Rousseff no poder, mas contra a política econômica do governo federal. Estes foram os pontos principais da caminhada realizada, hoje, em Aracaju, organizada  pela Frente Sergipana Brasil Popular, que reuniu cerca de 3,5 mil pessoas. O número é bem abaixo que  o previsto, na última quarta-feira, quando eram esperadas 15 mil. Entre os presentes, estava o tesoureiro nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Márcio Macedo, que disse não aceitar a intolerância da direita e defendeu a permanência de Dilma Rousseff.

Márcio Macedo representou o PT nacional
Márcio Macedo representou o PT nacional

Segundo Márcio Macedo, que representou o PT nacional no ato, as pessoas têm o direito de manifestação, mas o que está ocorrendo no Brasil é uma intolerância. “Estão tentando criar um estado de exceção no país”, disse, ao se referir  a partidos ligados à direita. Ele diz que luta para que o país não volte ao passado, quando a população foi escravizada.  A deputada estadual do PT, Ana Lúcia Menezes, defendeu a presidente Dilma Rousseff, mas disse que não concorda com a política econômica do governo que prejudica estudantes, servidores públicos e iniciativa privada.

O diretor da Central Única dos Trabalhadores, Roberto Silva, tem o mesmo discurso. Ele afirma que, também, não concorda com a política econômica e que essa manifestação é uma forma de alertar a presidente Dilma deste descontentamento da população.

Inicialmente, o ato da Frente Sergipana, que congrega 30 sindicatos e entidades de classe, tinha previsto uma caminhada por várias ruas da capital até chegar à avenida Tancredo Neves, onde  o ato seria encerrados com discursos  em frente ao Teatro Tobias Barreto. No entanto, no meio do percurso houve uma mudança e os discursos ocorreram na praça Fausto Cardoso, no centro de Aracaju. Para esse ato, a Frente mobilizou pessoas de diversos pontos do Estado, que vieram em 40 ônibus.

Leia Também

“Sempre se pode ganhar dinheiro na saúde ou na doença, na alegria ou na tristeza”, alerta psicóloga Petruska Menezes

“A grande jogada do mercado é que sempre se pode ganhar dinheiro na saúde ou …