domingo, 25/08/2019
Início » Editorias » Esportes » Atletas se preparam para Corrida São Cristóvão/Aracaju
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
A maratona vai reunir centenas de corredores Fotos: César de Oliveira

Atletas se preparam para Corrida São Cristóvão/Aracaju

Compartilhe:

Cerca de 60 pessoas participaram na manhã deste sábado, 30, da corrida Farol a Farol, um treinamento para a prova São Cristóvão/Aracaju, no dia 17 de março deste ano, uma das mais importantes provas do calendário esportivo sergipano.  Com percursos de cinco, 10, 15 e 20 quilômetros, o treinamento reuniu atletas veteranos,  pessoas que estavam correndo pela primeira vez, e outras que, depois de certo período sem atividade física, decidiram retomá-la. O evento foi promovido pela LíviaTeam Run Club, em parceria com Geraldo Run Club e Wendel Seta Fitness Profissional.

A arquiteta Carolina Lenzi, por exemplo, voltou a correr há quatro meses, depois que teve a segunda filha, hoje com cinco meses de vida.  “Amei o percurso, foi gratificante demais”, confessou.  Carolina, que correu cinco quilômetros, disse que foi bom não saber onde a prova terminaria. “Não gosto de provas que você corre 2,5 km e depois volta pelo mesmo lugar para completar os 2,5 km finais”, frisou. O próximo desafio dela é correr 10 quilômetros.

Corredor há dois anos, o engenheiro civil Diogo Franco Barreto disse que a Farol a Farol foi fantástica e impecável na organização. “Estou me preparando para a Meia Maratona de Floripa, no dia 12 de junho”, afirmou Diogo que correu 10 quilômetros em 59’22.  Já o empresário Andrei Márcio correu 20 quilômetros e teve o apoio da esposa, a também empresária Flávia Luana. Ela correu cinco quilômetros, mas quando o marido estava completando a prova, ela correu ao seu lado por alguns metros.

“Estou na equipe de Geraldo Run Clube e achei muito bom esse treinamento”, afirma Andrei Márcio, que se prepara para a Corrida São Cristóvão/Aracaju, a Volta da Ilha, em Florianópolis, e a Meia Maratona do Rio de Janeiro.  “Claro que a primeira é São Cristóvão\Aracaju, que considero uma das corridas mais difíceis”, afirmou.

Um pontos de hidratação com água e bebidas isotônicas
Um dos pontos de hidratação com água e bebidas isotônicas

Suporte – A largada do treinamento foi dada no farol, nas proximidades da localidade chamada Viral, com destino ao farol da Coroa Meio.  Em todo o percurso, os corredores contaram com o apoio de anjos-bike (atletas que, de bicicleta, orientavam os participantes) e outros atletas que se dispuseram a distribuir água e bebidas isotônicas a cada cinco quilômetros.

A professora Lívia Pires, da LíviaTeam Run Club, disse que foram disponibilizados um ônibus e uma van, que levaram os atletas para o ponto de largada da prova e depois vieram recolhendo aqueles que a terminavam, nos cinco, 10 e 15 quilômetros.  Em cada um desses quilômetros, os carros paravam e as pessoas que já haviam concluído a prova desciam para apoiar aqueles que ainda continuavam a correr.

Depois do esforço, uma relaxante massagem
Depois do esforço, uma relaxante massagem

“O treino foi ótimo, maravilhoso. O tempo estava bom e os alunos conseguiram uma performance melhor, pois não tivemos o sol desgastante do verão”, disse a professora Lívia. Em alguns momentos da prova choveu um pouco e isso refrescava os corredores. “As pessoas estão fazendo uma base para a prova São Cristóvão/Aracaju. Vem o Carnaval e tem uma parada nos treinamentos”, disse.  No final, os atletas tiveram  um farto café da manhã com frutas, sucos, pães e bolos, além de massagem.

Compartilhe:

Leia Também

Confiança empata com Ferroviário e está a dois passos da série B

O Confiança empata com o Ferroviário em 2×2 e consegue a classificação para a fase …

WhatsApp chat