domingo, 16/12/2018
Início » Editorias » Política » Senador e deputado federal são agredidos em Aracaju
Duplichaves
O senador Eduardo Amorim, à esquerda, sai da Polícia Federal, após prestar queixa de agressão Foto: Mário Souza

Senador e deputado federal são agredidos em Aracaju

Share Button

O senador Eduardo Amorim (PSB) e o deputado federal Jony Marcos (PRB)  foram agredidos na madrugada de hoje, 1 de setembro, quando desembarcavam no Aeroporto de Aracaju, vindos de Brasília. Eles foram chamados de “golpistas” e  xingados. Os manifestantes atiraram ovo nos parlamentares. O deputado Jony Marcos teria tomado uma tapa nas costas, segundo a assessoria do senador. As agressões foram postadas nas redes sociais pelos próprios manifestantes.

Pela manhã, Eduardo Amorim prestou queixa na superintendência da Polícia Federal, que solicitou da Infraero as imagens para identificar os responsáveis pela agressão. Os vídeos e fotos estão circulando nas redes sociais. Eram entre 10 a 20 pessoas, algumas delas vestindo camisas vermelhas, afirmando que Amorim e Jony Marcos foram autores de um golpe, juntamente com demais parlamentares que votaram a favor do impeachment. Um detalhe curioso: deputado federal Daniel Samariva (PT-SE) passou incólume entre os manifestantes, informou a assessoria do senador. 

No entendimento de Eduardo Amorim, as pessoas são livres para votarem no que quiserem e essa vontade tem que ser respeitada. “Quando isso não acontece, é tirania. O manto da democracia não deve cobrir agressões praticadas por covardes. Estou com minha consciência tranquila. Votei sim, pelos meus princípios, valores, e pela situação que o povo brasileiro está vivendo”. Amorim disse que “nada o intimidará e muito menos diminuirá o meu trabalho”.

O deputado federal Jony Marcos não foi localizado para falar sobre o assunto.

Share Button
WWebsites

Leia Também

TCE encontra irregularidades na Prefeitura de Tobias Barreto

Por meio de auditoria ordinária realizada na Prefeitura Municipal de Tobias Barreto, o Tribunal de …