quarta-feira, 22/05/2019
Início » Editorias » Cultura » Sejuc estuda convênio com a UFS para Mestrado Profissional em Segurança
Duplichaves
Cristiano Barreto se reuniu com professoras da UFS para discutir o Mestrado Fotos: Carolina Matias - Ascom/Sejuc

Sejuc estuda convênio com a UFS para Mestrado Profissional em Segurança

Publicado em 27 de abril de 2017, 17:52

“Sou um entusiasta deste projeto, estou bastante interessado e sinto-me lisonjeado por essa oportunidade. Contem com o meu apoio e incentivo”.   As palavras são do secretário de Justiça e de Defesa do Consumidor, Cristiano Barreto, ao tomar conhecimento do projeto do curso de Mestrado Profissional em Segurança, Sociedade e Políticas Públicas desenvolvido pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), através da Renaesp (Rede Nacional de Altos Estudos em Segurança Pública).

Cristiano tomou conhecimento do curso de Mestrado ao receber, hoje, 27, no gabinete, a coordenadora da Renaesp, Joelina Menezes, e professora Denise Albano, que, oficialmente, propuseram um convênio com a UFS, que vai permitir a disponibilização de até três vagas para agentes e guardas prisionais da Secretaria de Justiça e de Defesa do Consumidor (Sejuc). Joelina lembrou que ao longo de 10 anos, a Renaesp vem promovendo cursos de especialização para diversos profissionais da área de segurança pública e comunidade que teve e tem nos cursos de pós-graduação (especialização), servidores da Sejuc.

Professoras Joelina Menezes e Denise Albano falam sobre o Mestrado

Joelina e Denise explicaram que o curso de Mestrado Profissional surgiu a partir de uma demanda reprimida dos alunos das especializações que mostraram o interesse em avançar nos estudos.  Há aproximadamente três anos a Renaesp está elaborando este Mestrado profissional. Já foram feitos alguns ajuste exigidos pela Capes (Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), órgão do Ministério da Educação responsável pelo reconhecimento e a avaliação de cursos de pós-graduação stricto-sensu (mestrado profissional, mestrado acadêmico e doutorado) em âmbito nacional.

Funpen – Na próxima terça-feira, 2 de maio, o projeto do curso de Mestrado Profissional estará na pauta da reunião do Fundo Penitenciário Estadual (Funpen), presidido pelo secretário Cristiano Barreto. “Nós vamos nos somar a esse projeto, que é de vital importância para Sejuc, e discutiremos o assunto em nossa reunião semanal”, afirmou o secretário.

Pelas previsões das professoras Joelina e Denise, o Mestrado estará disponibilizado a partir do próximo ano, pois faltam, ainda, vencer outras etapas burocráticas junto a Capes. “Aqui na UFS, já foi aprovado. E está tudo encaminhado na Capes, que se reunirá em outubro ou novembro”, disseram.

A Sejuc dará publicidade quando da abertura das inscrições para a seleção de Mestrado, através da Escola de Gestão Penitenciária (Egesp) e da Assessoria de Comunicação, para que os agentes e guardas profissionais que desejarem possam concorrer às vagas. “Faremos um edital público, abrindo inscrições para todos os interessados, não só nas instituições de segurança pública, mas também UFS e a comunidade, que serão submetidos a uma prova. Participarão do Mestrado aqueles que forem aprovados”, reforçou Joelina Menezes.

O Mestrado contará com duas linhas de pesquisa: Cultura, violência e desigualdades sociais e instituições, segurança e políticas públicas. A carga horária do curso será de 375 horas, dividida em disciplinas regulares (285 horas), optativas (60 horas) e atividades complementares (30 horas). As aulas ocorrerão no turno noturno das 19 às 23 horas, quatro dias na semana.

Na reunião com a Renaesp, além do secretário, também participaram o coordenador de Educação da Sejuc, Genaldo Freitas, e o diretor da Egesp, Delmário Magalhães.

Leia Também

Escritor sergipano lançará livro na Escariz

O escritor Heitor Gomes lança, no dia 26, domingo, a partir das 17h30, na livraria …