sábado, 26/05/2018
Início » Editorias » Cidades » Mais de 2 mil atletas participam da Corrida São Cristóvão Aracaju
A largada da São Cristóvão Aracaju será às 16 horas

Mais de 2 mil atletas participam da Corrida São Cristóvão Aracaju

Share Button

Logo mais, a partir das 16 horas, mais de dois mil atletas participam da Corrida São Cristóvão Aracaju, com percursos de 25 km, 10km  e cinco quilômetros.  A largada será em São Cristóvão e a chegada na praça do Mini Golfe, em Aracaju. Essa é apenas uma das atividades que marcam os 162 de aniversário da capital, organizada pela Prefeitura Municipal.

Das 12h30 até às 14h30, a organização da corrida disponibilizará ônibus gratuitos para os atletas, saindo da praça do Mini Golfe.  A largada será às 16 horas para todos os participantes, exceto a corrida da juventude e as categorias especiais que vão largar às 15h40.

Para quem vai correr 25 km, a largada será na praça Getúlio Vargas, em São Cristóvão; 10 km, largada na rótula de acesso ao Conjunto Eduardo Gomes, também em São Cristóvão. E 5 km, na avenida Desembargador Maynard, em frente a rua que dá acesso ao CFAP (Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da Polícia Militar). O nome dessa rua é José Zukerman.

Folclore – Enquanto os atletas estiverem correndo,  há outras atividades para comemorar os 162 anos de Aracaju. É que começa às 16 horas, no Parque da Sementeira, um cortejo de grupos folclóricos – Cacumbi, Samba de Coco do Seu Dio, Caceteiras de Rindu e Peneirou Xerém. Essa atividade é do Governo do Estado.

Em seguida, tem o som do Burundanga Percussivo, do Maestro Pedrinho Mendonça. E, por fim, a apresentação da Orquestra Sinfônica de  Sergipe (ORSE), que dá início à temporada de concertos 2017. Sob a regência do Maestro Guilherme Mannis e a participação especial do Coro Sinfônico, a programação promete ser bastante diversificada. Um dos destaques do concerto é a primeira audição da peça “A terra do rei”, da compositora sergipana Thaís Rabelo.

No programa, constam, também, peças do repertório clássico, como excertos da Suíte “O Pássaro de Fogo”, de Stravinsky, Suíte L’Arlesienne, de Bizet, e Mourão de Guerra-Peixe. Entre as peças tradicionais aracajuanas escolhidas para a ocasião, estarão presentes Cheiro da Terra, Serpente e Fim de Primavera, de Antônio Rogério e Chiko Queiroga; Viver Aracaju, de Ismar Barreto; e Atalaia, de Antonio Vilela.

Paralelamente, acontece, na Biblioteca Pública Epifânio Dória, a exposição de fotografias antigas e atuais, “Aracaju em foco: passeio pelo passado, conhecendo o presente”, que segue até 31 de março.

 

Share Button
WWebsites

Leia Também

Pode faltar ônibus amanhã, caso prossiga o desabastecimento de diesel

Se não houver abastecimento de diesel para os ônibus de Aracaju, a frota, com 596 …