quarta-feira, 03/03/2021
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, se reúne com governadores virtualmente Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Vacinação com a Coronavac começa hoje nos estados

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou hoje (18) que a vacinação contra o novo coronavírus começará nos estados ainda nesta segunda-feira. Ele disse que a previsão é que a distribuição das doses da vacina com uso de aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) ocorra até as 14 horas de hoje, e que as primeiras aplicações sejam feitas até as 17 horas.

Ao lado de governadores, Pazuello participou, nesta manhã, do ato simbólico de entrega de 4,6 milhões de doses da Coronavac no Centro de Logística do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. As vacinas serão transportadas para o Distrito Federal e as capitais de dez estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina.

Segundo o ministro, o Instituto Butantan receberá um ofício pedindo celeridade no envio da autorização à Anvisa para a produção de mais dois milhões de doses da Coronavac. A documentação deve ser analisada até 31 de março.

Ele reforçou que os primeiros a receber as doses da vacina serão  integrantes do grupo prioritário: profissionais da saúde, idosos e indígenas. Pazuello destacou, ainda, que os cuidados com uso de máscara e álcool em gel não podem ser deixados de lado. “A vacina não determina o fim das medidas protetivas”, disse.

Tudo pronto

Ontem, o governador Belivaldo Chagas disse que Sergipe já está pronto para receber as vacinas nesta segunda-feira, mas o problema é saber exatamente o horário que o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) aterrissa no aeroporto de Aracaju transportando as doses. Sergipe vai receber 50 mil doses iniciais, mas só serão distribuídas com os municípios, imediatamente, 25 mil doses. Os 50% restantes ficam para aplicação da segunda dose.

Leia Também

Apoio a projetos sociais e preocupação com o colaborador marcam o ano de 2020 na Sergas

Com a responsabilidade de contribuir para o Estado além do âmbito comercial, a Sergas atuou …