sexta-feira, 15/11/2019
Início » Editorias » Cidades » Terra volta a tremer em Malhador
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
O temor foi às 3h07 da manhã desta quarta-feira, 23

Terra volta a tremer em Malhador

Compartilhe:
JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

O município de Malhador teve um novo tremor de terra, às 3h07 da manhã de hoje, 23, de magnitude de 1.3 e durou poucos segundos. O abalo foi detectado pelo Laboratório Sismológico do Rio Grande do Norte (Lab\Sis), que monitora toda a região Nordeste, confirmou  ao SÓ SERGIPE, com exclusividade, o engenheiro elétrico da instituição André Tavares da Silva.

André explicou que ainda estão sendo feitos estudos sobre o tremor de hoje, por isso o grau de magnitude poderá ser alterado. “O limiar de percepção de um tremor é de magnitude 1.5. Se estiver abaixo disso é registrado, mas a população não percebe”, afirmou André. Para completar, o horário em que ocorreu foi muito cedo, e muita gente devia estar dormindo.

Possibilidade – De 2018 até agora, o Lab\Sis registrou 23 eventos em Sergipe. No dia 26 de maio de 2017, em Gararu, houve um tremor de magnitude 2.7. Já em 2018, todos ocorreram em Malhador, a exemplo do registrado em 10 de julho, de magnitude 2, outro em 9 de janeiro deste ano, de magnitude que oscilou entre 2.7 a 3.2, além dos dois registrados no último sábado, 19.

Diante desse quadro, os estudiosos em tremores do Lab\Sis poderão ir a Malhador para um estudo mais detalhado. “Estamos vendo essa possibilidade de fazermos um estudo em Sergipe, mas não há nada confirmado ainda”, disse André Tavares.

Ele afirma que não se tem uma reposta pronta para explicar o que vem ocorrendo na cidade, “mas a possibilidade é que rochas estejam se acomodando. E não se consegue prever quando vai ocorrer novamente”, ressaltou.

Tavares entende que esses tremores sucessivos assustam a população. “Uma coisa é um tremor acontecer num dia e voltar a ocorrer daqui a 10 anos. O outro lado é sempre ter um ou dois tremores na semana. Naturalmente, todos ficam assustados”, frisou.

Sem ter como prevê-los, o ideal é que a Defesa Civil da cidade esteja atenta para avaliar as rachaduras nas construções, caso elas apareçam.

Compartilhe:

Leia Também

Aracaju terá árvore de Natal com 12 metros de altura na Atalaia

Powered by Rock Convert Depois de onze anos sem ter uma árvore de natal, devido …

Comentários

WhatsApp chat