domingo, 18/04/2021
Vacinas contra a Covid-19 num avião da FAB Foto: Tony Winston/MS

Sergipe receberá mais 25,5 mil doses de vacina contra a Covid-19

O Estado de Sergipe deverá receber 25,5 mil doses de vacina para combater a Covid-19. A informação foi dada pelo Ministério da Saúde hoje, 24,  ao acrescentar que dará início a distribuição de mais de 3,2 milhões de doses de vacinas para todo o País, entre o fim deste mês e o início de março. “Todos os estados e Distrito Federal começam a receber 2 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford, importadas da Índia, e 1,2 milhões de doses do imunizante do Instituto Butantan”, disse a nota do ministério.

Para Sergipe serão 45 caixas da vacina Sinovac\Butantan, com um total de  nove  mil doses, e outros 33 caixas da AstraZeneca\Fiocruz, com 16,5 mil doses, perfazendo um total de 25,5 mil doses. Em todo o Nordeste, serão distribuídas 1.435 caixas, com  287 mil doses da Sinovac, e 965 caixas com  482,5 mil doses da AstraZeneca.

De acordo com o Ministério da saúde, a chegada de mais vacinas vai permitir a ampliação da vacinação para outros grupos prioritários: agora, serão priorizadas pessoas de 85 a 89 anos, pessoas de 80 a 84 anos, 3.837 indígenas e 8% dos trabalhadores da saúde.

O envio das doses aos estados ocorre de forma proporcional e igualitária, junto com as indicações do público-alvo de cada fase da campanha, segundo o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. Devido à situação epidemiológica, a região Norte do país irá receber 5% do total de doses de vacinas em cada fase de distribuição.

Desse total, 70% ao Amazonas, 20% ao Pará e 10% Acre, para também atender aos seguintes grupos prioritários:

  • Amazonas: 86.667 pessoas entre 60 e 69 anos;
  • Pará: 24.762 pessoas entre 80 e 84 anos;
  • Acre: 12.381 pessoas entre 70 e 84 anos;

Conforme o terceiro informe técnico da Secretaria de Vigilância Sanitária (SVS) do Ministério da Saúde, a nova remessa de vacinas do Butantan corresponde à entrega de duas doses, sendo necessário que estados e municípios façam a reserva da segunda dose para garantir que o esquema vacinal seja completado no período recomendado de 2 a 4 semanas. Já a vacina da AstraZeneca corresponde à entrega da primeira dose – a segunda será distribuída em outro momento, já que o imunizante possui um prazo maior para realizar a outra aplicação.

Com esse novo lote, o Ministério da Saúde já distribuiu aos estados e Distrito Federal mais de 15 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 desde o dia 18 de janeiro, início da campanha de vacinação. Até julho, a pasta prevê o envio de mais de 200 milhões de doses, vacinando, assim, 50% da população

Confira aqui o informe técnico na íntegra, com detalhamento da distribuição para cada estado.

Leia Também

“Cariri não é um restaurante, é uma clínica da alma”, garante Hamilton do Cariri

Desde os tempos mais remotos que se estuda sobre a imortalidade da alma. Eis que …