domingo, 18/07/2021
Economista Saumíneo Nascimento fará parte do Conselho de Administração do Banco do Nordeste

Saumíneo Nascimento será o primeiro sergipano a integrar o Conselho de Administração do Banco do Nordeste

O economista e advogado Saumíneo Nascimento integrará, a partir de 6 de janeiro, o Conselho de Administração do Banco do Nordeste, órgão de deliberação estratégica e colegiada da instituição. Esta será a primeira vez que um sergipano ocupará tal cargo. O nome de Saumíneo, que ainda será submetido à deliberação da próxima Assembleia Geral de Acionistas, foi uma indicação do Ministério da Economia, portanto, ele representará  o ministério neste conselho.

Na estrutura organizacional do Banco do Nordeste que é composta por órgãos estatutários, colegiados e unidades organizacionais, o Conselho de Administração faz parte da estrutura de governança corporativa. São subordinados ao Conselho de Administração, a diretoria executiva do banco, comitês, a auditoria e a ouvidoria do banco.

Os seis integrantes do conselho exercem suas atribuições considerando os interesses de longo prazo do banco, os impactos decorrentes de suas atividades na sociedade e no meio ambiente e os deveres fiduciários de seus membros. Cabe ao Conselho de Administração fixar a orientação geral dos negócios do Banco do Nordeste.

Currículo

A nomeação de Saumíneo  foi na data que coincide com os 15 anos em que, pela primeira vez, um sergipano concluía um doutorado em uma universidade sergipana. Ele é mestre e doutor em Geografia e pós-doutor em Ciência da Propriedade Intelectual.

Além de cursos no exterior, Saumíneo foi secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de Sergipe e presidente do Banco do Estado de Sergipe; Superintendente Administrativo e Financeiro, diretor da Sudene, superintendente geral, superintendente de Relações Institucionais e atualmente é vice-presidente de Relações Institucionais da Sociedade de Educação do Grupo Tiradentes S/A.

 

Leia Também

Ipea: 11% dos trabalhadores fizeram home office ao longo de 2020

O grupo de brasileiros que trabalhou de forma remota entre os meses de maio e …