quinta-feira, 26/08/2021
Laércio Oliveira comenta recuperação da confiança dos empresários Foto: Marcio Rocha

Recuperação da economia traz confiança aos empresários do comércio

Os empresários sergipanos manifestaram a volta da confiança na economia nessa fase de redução do avanço da pandemia da Covid-19. É o que dizem os resultados da pesquisa do Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), realizada pela CNC e analisada pela divisão econômica do Instituto Fecomércio de Pesquisa e Desenvolvimento (IFPD) de Sergipe.

De acordo com a pesquisa, a confiança do empresário é a melhor dos últimos 18 meses, com o indicador atingindo nível de períodos anteriores à pandemia, com 119,4 pontos. O indicador é 55% maior que em agosto de 2020, quando a pandemia estava em fase aguda e abatendo o ânimo dos empresários. Ou seja, os empresários estão confiantes na recuperação da economia do estado, sentimento que tem tendência de crescimento por vários fatores. O presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Laércio Oliveira, apontou as causas para a volta da confiança dos empresários na economia.

“É muito bom ver esse indicador da confiança do empresário elevar de modo tão destacado, pois isso contagia e faz com que toda a cadeia produtiva se some a esse sentimento de melhora da economia. Temos fatores importantes para chegar a essa conclusão, a exemplo do avanço da vacinação das pessoas contra a Covid, a redução da taxa de contágio da doença, a recuperação gradativa de empregos com carteira assinada em Sergipe, que forma um encadeamento importante nesse momento de recuperação econômica, porque aumenta o público consumidor do comércio com esses novos empregos, que provoca o aumento das vendas das lojas do comércio, ampliando os investimentos nos negócios, que retroalimentam a economia gerando mais empregos ainda. Isso é muito bom para as pessoas, para Sergipe e para nossa economia”, disse Laércio.

Outro fator que provocou o aumento da confiança do empresário do comércio é a retomada das atividades de serviços e eventos, pois elevam a circulação de mercadorias compradas nos estabelecimentos comerciais.

Contratações

Em termos de indicadores, 78,9% dos empresários afirmaram que pretendem fazer contratações para suas empresas nos próximos meses. Elevando ainda mais a recuperação de postos de trabalho, fortalecendo a reconstrução da economia comercial sergipana. De modo encadeado, os novos empregos que os empresários pretendem gerar, irão estimular a ampliação do consumo, com mais receita circulante nas lojas, fortalecendo o processo econômico sergipano.

Acerca da melhoria da economia brasileira, 89% dos empresários entrevistados afirmaram ter confiança em sua melhoria. Já 91,1% disseram acreditar que a atividade comercial irá melhorar ainda mais sua fluidez nos próximos meses, e 93% confiam que suas empresas irão melhorar as vendas.

Leia Também

Aracaju vacina 12.672 pessoas contra Covid no primeiro dia de repescagem geral

Para alcançar toda a população adulta de Aracaju com a vacina contra a Covid-19, a …