segunda-feira, 05/04/2021
Hotéis estão recebendo os protocolos da Revisa Foto: Ana Lícia Menezes

Prefeitura reforça orientações em hotéis sobre cuidados preventivos à covid-19

A partir desta semana, a Secretaria Municipal da Saúde de Aracaju distribuirá um protocolo para hotéis e pousadas no qual detalha todos os cuidados necessários que devem ser tomados enquanto perdurar a pandemia de covid-19. A ação ocorrerá durante as visitas de rotina das equipes da Rede de Vigilância Sanitária (Revisa), e visa reforçar as práticas que já estavam sendo cobradas pelo Município desde o surgimento dos primeiros casos da doença na Capital.

Para a coordenadora da Revisa de Aracaju, Denilda Caldas, o documento vai reforçar e ajudar os donos desse tipo de estabelecimento a tomar medidas mais eficazes no combate ao avanço da doença. “Buscamos abordar orientações gerais e específicas a fim de resumir da melhor forma as práticas que julgamos ser as ideais nestes espaços, tanto para os funcionários, quanto para os clientes”, explica.

Entre as orientações gerais estão a disponibilização de máscaras de proteção individual e álcool em gel 70%; o protetor facial para os funcionários da recepção ou uma proteção de acrílico como barreira entre o profissional e cliente; o afastamento imediato das atividades e encaminhamento para realizar o teste na unidade de Saúde dos funcionários com sintomas suspeitos e a liberação das atividades presenciais dos funcionários e prestadores de serviços que pertencem ao grupo de risco, sem qualquer punição, suspensão de salário ou demissão.

“Já para os clientes, nossa fiscalização vai observar o uso da máscara nos ambientes comuns, já que está proibido o acesso sem esse tipo de proteção, e o isolamento das pessoas sintomáticas no quarto, que devem ter a circulação nas demais dependências proibidas. Para tanto, o hotel ou pousada deve fornecer as refeições no quarto, até que possua o resultado negativo do exame para covid-19, ou exceda o período de isolamento (14 dias)”, complementa Denilda.

Entre as medidas para os estabelecimentos em si fica a responsabilidade de manter uma comunicação clara com os clientes, funcionários e colaboradores acerca das medidas sanitárias necessárias e proporcionar instruções quanto à utilização, higiene e descarte das máscaras de proteção; adotar medidas de controle de acesso de clientes para evitar aglomerações no interior e no exterior do estabelecimento, bem como a organização de filas; demarcar o piso da entrada e ao longo dos locais onde possa ocorrer a formação de filas ou aglomerações, para garantir o distanciamento físico mínimo de dois metros entre as pessoas e disponibilizar dispensadores de álcool em gel 70% em pontos estratégicos.

As pousadas e hotéis devem ainda promover a intensificação da limpeza e desinfecção de pisos, maçanetas, barras de apoio, balcões, máquinas de cartão magnético, banheiros e demais superfícies com álcool 70% ou solução de água sanitária ou outro saneante adequado; manter os locais ventilados e arejados (portas e janelas abertas) e, caso não seja possível, abrir as portas dos ambientes fechados a cada três horas para permitir uma melhor circulação do ar; intensificar rotina de limpeza dos filtros dos aparelhos de ar condicionado de todos os setores e quartos semanalmente; manter troca diária das toalhas e roupas de cama e armazenamento em embalagens plásticas individualizadas; intensificação da rotina de higienização dos elevadores e utilização de forma individual ou por família e controle do número de usuários em espaços comuns, como piscinas, academias ou restaurantes.

Bares e restaurantes

A Revisa ainda possui outro protocolo sanitário para bares e restaurantes, com base no decreto municipal nº 6.324/2020, publicado pela Prefeitura de Aracaju, em adequação às determinações instituídas pelo governo estadual, considerando a atual situação epidemiológica do município.

O documento define que bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos similares devem funcionar com ocupação máxima de 50% da capacidade do local, devendo cada mesa contar com, no máximo, seis pessoas. As medidas serão mantidas até 9 de janeiro de 2021 e, assim como as visitas dos hotéis e pousadas, as equipes de fiscais farão as orientações e autuações necessárias durante as visitas de rotina ou em decorrência de denúncias realizadas através do número 0800 729 3534, opção 7.

Leia Também

 “Qualquer tentativa de politização das Forças Armadas deve ser rejeitada”, alerta o senador Alessandro Vieira

Embora a troca de ministros seja uma prerrogativa dos presidentes da República, a iniciativa de …