domingo, 22/09/2019
Início » Editorias » Cidades » Faturamento das franquias foi mais de R$ 1,3 bilhão em Sergipe
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
O evento vai discutir o turismo em Sergipe

Faturamento das franquias foi mais de R$ 1,3 bilhão em Sergipe

Compartilhe:

As franquias faturaram em Sergipe, no ano de 2018, R$ 1,381 bilhão, 6,2% a mais que em 2017. Nesse período, houve um crescimento de  12%,   tanto no número de redes, quanto para as unidades. Em 2017 eram 237 redes e 592 unidades, enquanto que em 2018, foram 266 redes e 661 unidades. Os dados são da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

As 661 unidades de Sergipe  estão distribuídas  em 11 segmentos. As de alimentação e saúde, beleza e bem estar são as mais presentes no mercado sergipano. Alimentação tem 160 unidades, o que corresponde a 24,2%, enquanto que saúde, beleza e bem estar têm 163,  com 24,7%.

No segmento casa e construção são 48,  7,3%; limpeza e conservação, 11, que equivale a  1,7%;  moda, 76, corresponde a 11,5%; serviços automotivos, 41, o correspondente a 6,2%; serviços educacionais, 69, com 10,4%.  Hotelaria e turismo têm 18 unidades de franquia, equivalente a 2,7%. Na lanterna das franquias está lazer, com apenas duas (0,3% do total).

Tendência de crescimento

Para o especialista em franquias, o economista Daniel Alberto Bernard, da Netplan Consultoria e Franquia Web, Sergipe se desenvolveu,  tem uma  boa demanda para unidades franqueadas  e conta  com o apoio do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), que oferece as menores taxas de juros do sistema financeiro para quem quer empreender.

Economista Daniel Bernard: Aracaju tem potencial

“E quem vai empreender na região do semiárido, a taxa é a mais baixa do país”, arrematou Daniel Bernad, que vislumbra, agora, com a descoberta da Petrobras de uma potencial reserva de gás natural em Sergipe, uma  tendência de crescimento. “Foi uma grande notícia e que causará um impacto positivo em toda a região e em todo o  país”, comentou o economista.

“A região vai crescer. Lembro que Macaé (RJ) foi desenvolvida em função do petróleo. Puxa toda a economia. Com isso, a tendência é chegar mais franquias de diversos tipos em Sergipe. Recentemente, participei de uma Feira de Franquias em Salvador e conversei com muitas pessoas de Sergipe querendo comprar unidades franqueadas. Também estive numa feira semelhante, no Maranhão, e pude observar o crescimento em toda a região Nordeste”, contou  Daniel ao Portal SOSERGIPE.

Dados da ABF mostram que, em toda região Nordeste, o faturamento das franquias aumentou 5% em 2018.  Foram R$ 23,681 bilhões em 2018, contra R$ 22,544 bilhões em 2017. O número de redes cresceu 17% em 2018. Eram 845 em 2017, enquanto que em 2018 subiu para 845. O número de unidades no Nordeste aumentou em 10%. Eram 13.454 em 2017 e subiu para 14.839 em 2018.

Potencial de consumo

Para Daniel Bernard, Aracaju é uma capital com um grande potencial de consumo, condição importante para a chegada de franquias oferecendo os mais variados serviços.  Em 2014, por exemplo, Sergipe ocupava o 28º lugar em potencial de consumo do país com R$ 13,384 milhões. Ou seja, R$ 0,41 a cada R$ 100,00 eram gastos no Estado.

Num dado mais recente, de 2018, Sergipe foi para 35º lugar no ranking, com R$ 15,511 bilhões, segundo o Índice de Potencial de Consumo (IPC). “A posição de Aracaju é bem relevante. Dados como esses são utilizados para a expansão de redes, pois dá informação de mais de 1.570 municípios brasileiros.

De fato, as franquias brasileiras têm tido um crescimento exponencial. A ABF, em seu último relatório, apontou um crescimento de 7% no primeiro trimestre deste ano, em relação ao anterior. O faturamento da receita passou de R$ 38,8 bilhões para R$ 41,5 bilhões.

JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert
Compartilhe:

Leia Também

População terá serviços gratuitos na Conexão Comunidade, no Shopping Jardins

De 23 a 27 de setembro e de 30 de setembro a 2 de outubro, …

WhatsApp chat