sábado, 24/08/2019
Início » Editorias » Cidades » Escola em Propriá fechada desde 2013
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert

Escola em Propriá fechada desde 2013

Compartilhe:
escola de propriá
Material escolar já foi adquirido para o estabelecimento

Os pais de alunos do Colégio Estadual Joana de Freitas Barbosa, em Propriá, a 98 quilômetros de Aracaju, querem a interferência do Ministério Público Estadual para que o Governo do Estado reabra o estabelecimento, fechado para reforma desde 2013.   A dona de casa, Gislene Silva, disse que matriculou o filho de 15 anos e até esse momento ele não teve nenhuma aula. Ela lembra que alunos da educação infantil e do terceiro ano foram relocados para outro local, enquanto os estudantes do primeiro ano do ensino médio estão sem aulas.

Ela conta que na semana passada, os vereadores da cidade de Propriá fizeram uma espécie de vistoria no Colégio Joana de Freitas Barbosa para ver situação.  E, recentemente, a deputada estadual Ana Lúcia Menezes, PT, também pediu providências junto ao Ministério Público Estadual, pois, segundo ela, a escola,  referência para região do baixo São Francisco, deveria ter iniciado o ano letivo no dia 2 de março deste ano, mas não há previsão de retorno às aulas para os alunos do sexto ao nono ano, bem como do primeiro e segundo anos do ensino médio.

A parlamentar, que preside a Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Assembleia Legislativa, encaminhou ofício ao promotor de Justiça de Propriá, Nilzir Soares Vieira Júnior, solicitando providências. No documento, ela informa que os alunos dos anos iniciais do ensino fundamental foram remanejados desde abril deste ano para o Seminário São Geraldo. Porém, pais e professores denunciam que o local é totalmente inapropriado para atividades escolares pelas condições insalubres que apresenta, além de não ter estrutura para atender a demanda dos estudantes.

A assessoria do promotor Nilzir Soares informou que o ofício foi repassado para o promotor de Justiça, Maurício Gusmão, responsável pela promotoria de Educação.  Gusmão tem conhecimento do documento, mas, até o momento, o ofício não chegou às suas mãos. “Formalmente, ainda não chegou à promotoria, mas assim que chegar daremos prioridade”, garantiu.

A Secretaria de Estado da Educação (SEED) informou, por meio da assessoria de imprensa, que as obras do colégio estarão concluídas em 30 dias. No dia 14 de julho, a superintendente Executiva da Seed, Marieta Barbosa, visitou as dependências da escola para verificar o avanço das obras e se mostrou bastante satisfeita com as melhorias que a unidade de ensino recebeu.

Reportagem publicada no site da Seed diz que “com investimentos no valor total de R$ 3.666.434,78, o Colégio Estadual Joana de Freitas Barbosa recebeu diversas melhorias em sua reforma e ampliação, como construção de casa de gás e casa de lixo e construção de quadra esportiva, com execução da drenagem da quadra. Haverá também a construção do bloco de laboratórios, laboratórios técnicos, revisão da cobertura em telhado canal, inclusive madeiramento, revisão das instalações sanitárias e hidráulicas, execução do pórtico da Seed e gradil na fachada, execução de piso de alta resistência, entre outras”.

 

JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert
Compartilhe:

Leia Também

Emsurb suspende as fiscalizações e notificações da taxa de fachada, após reunião com empresários

A Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) suspendeu as fiscalizações e notificações para o cumprimento …

WhatsApp chat