terça-feira, 08/06/2021
Equilíbrio Financeiro, um dos indicadores de gestão mais importantes Imagem: Pixabay

A educação que pode transformar vidas

David Rocha (*)

12% é o número de brasileiros que de alguma forma tem algo guardado. Isso quer dizer que a enorme maioria da população brasileira não tem nenhuma reserva que a auxilie a passar por momentos de crise.

Esses dados do CECOP/CVM são alarmantes, já que isso indica que nosso país não tem capacidade de poupança, o que pode afetar em muito a nossa economia em crises.

E devemos notar que a esmagadora maioria dos poucos que tem algo guardado não chega a ter R$ 20.000,00 acumulados, essa é uma situação preocupante.

Mas existem maneiras de começarmos a mudar esse quadro sombrio. A principal delas é a educação de jovens e adultos na educação financeira, pois se a maior parte da população aprender a chegar a um equilíbrio financeiro, poderemos sim ter um país de primeiro mundo.

É fácil conseguir isso, não em escala nacional, mas podemos começar por nós mesmos e auxiliarmos aqueles que estão a nossa volta. Sendo assim, fortalecemos nossa comunidade que acaba fortalecendo as mais próximas e assim criamos um ciclo virtuoso.

Um entrave que muitas pessoas têm com educação financeira é achar que se trata apenas de planilhas e gastos com um monte de cálculos, mas isso não é educação financeira. A verdadeira educação financeira, é na verdade um conjunto de hábitos que nos possibilita viver melhor hoje e viver abundantemente o amanhã.

Esse é um assunto muito importante e que pode transformar vidas, por isso preparei um vídeo no canal Majesty Escola de Finanças, recomendo que o assista, pois pode tirar muitas dúvidas suas e auxiliá-lo a chegar ao equilíbrio financeiro.

Atenciosamente.

(*) David Rocha escreve semanalmente, às terças-feiras. Ele é assessor de investimentos e educador financeiro, que vive o mercado diariamente, desde 2011, e autor do livro Tesouro Direto – Um Caminho para a liberdade financeira de 2016.

** Esse texto é de responsabilidade exclusiva do autor.  Não reflete, necessariamente, a opinião do Só Sergipe.

Leia Também

 Crise de líderes ou apatia da população?

Já tínhamos escrito sobre a função do líder na quarentena , em 20.04.2020. Trataremos hoje …