segunda-feira, 24/04/2017
Início » Editorias » Cidades » Simão Dias terá corrida de 8 km no sábado
Município de Simão Dias, interior de Sergipe
Município de Simão Dias, interior de Sergipe

Simão Dias terá corrida de 8 km no sábado

Share Button

O município de Simão Dias, 101 quilômetros de Aracaju, será palco da Primeira Corrida Cidade de Simão Dias em prol da conscientização do Autismo, que ocorrerá no próximo sábado, às 16 horas, com percurso de oito quilômetros.  A prova está sendo organizada pelos professores Luiz Fernando Costa Santa Bárbara e Raimundo dos Santos Oliveira e visa chamar a atenção da população sobre o autismo e a convivência das pessoas com aquelas que são portadoras dessa enfermidade.

De acordo com Luiz Fernando, a ideia da corrida para falar sobre o autismo nasceu da vivência do seu amigo, Raimundo dos Santos, que tem uma filha adolescente portadora dessa doença.  No dia da prova, os atletas receberão um adesivo contendo informações sobre o autismo. “Nós vamos pedir aos corredores que colem esse adesivo nas camisas”, disse Luiz Fernando.

Para organizar o evento, Luiz Fernando e Raimundo começaram a trabalhar a dois meses, pedindo apoio dos empresários e do poder público no município. “A receptividade foi muito boa de ambas as partes”, destacou Luiz. A expectativa é que 250 pessoas se inscrevam.  Até o meio dia de hoje, 27, 188 atletas se inscreveram.

Quem reside em Aracaju e quer participar da corrida, pode fazer a inscrição na Loja Esporte Lazer ou na Equipe Pé no Chão. Quem mora em Simão Dias, procura os professores Luiz Fernando e Raimundo. A taxa de inscrição custa R$ 30, sendo que maiores de 60 anos, R$ 15. Portadores de necessidades especiais não pagam.

Todos os que completarem a prova receberão medalhas e os três primeiros colocados, de ambos os sexos, terão direito a troféus. As categorias são geral, por idade, portador de necessidades especiais e simão-dienses.

O autismo é um transtorno de desenvolvimento que geralmente aparece nos três primeiros anos de vida e compromete as habilidades de comunicação e interação social. As causas ainda são desconhecidas, mas a pesquisa na área é cada vez mais intensa. Provavelmente, há uma combinação de fatores que levam ao autismo. Sabe-se que a genética e agentes externos desempenham um papel chave nas causas do transtorno.

De acordo com a Associação Médica Americana, as chances de uma criança desenvolver autismo por causa da herança genética são de 50%, sendo que a outra metade dos casos pode corresponder a fatores exógenos, como o ambiente de criação.

Não existe cura para autismo, mas um programa de tratamento precoce, intensivo e apropriado melhora muito a perspectiva de crianças pequenas com o transtorno. A maioria dos programas aumentará os interesses da criança com uma programação altamente estruturada de atividades construtivas. Os recursos visuais geralmente são úteis. O principal objetivo do tratamento é maximizar as habilidades sociais e comunicativas da criança por meio da redução dos sintomas do autismo e do suporte ao desenvolvimento e aprendizado.

Share Button
WWebsites

Leia Também

Dom João José

“Resultados da Lava Jato revelam atentado contra o povo brasileiro”

Por Jozailto Lima www.jlpolitica.com.br Esta visão não é de nenhum jurista ou político. De nenhum ...

Deixe uma resposta