segunda-feira, 22/10/2018
Início » Editorias » Segurança Pública » Sergipe tem 64,7 assassinatos para cada 100 mil habitantes
Duplichaves

Sergipe tem 64,7 assassinatos para cada 100 mil habitantes

Share Button

A taxa de homicídios em Sergipe continua alta. Em 2016 foram 64,7 assassinatos para cada 100 mil habitantes, ficando à frente de Alagoas (54,2), Rio Grande do Norte (53,4), Pernambuco (47.3) e Bahia (46,9). Estes números são do Atlas da Violência 2018 do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Em todo Brasil foram 62.517 homicídios, ou seja, 30 vezes a taxa da Europa. Nos últimos 10 anos, 553 mil pessoas foram mortas no país.

A violência letal contra jovens continua se agravando nos últimos anos e já responde por 56,5% das mortes de homens entre 15 e 19 anos de idade. Na faixa entre 15 e 29 anos, sem distinção de gênero, a taxa de homicídio por 100 mil habitantes é de 142,7, e sobe para 280,6, se considerarmos apenas os homens jovens.

A situação também é grave em Sergipe, pois são 280,6 mortes de jovens por grupo de cada 100 mil habitantes. Também apresentam taxa alta, Alagoas, Rio Grande do Norte, Bahia e Pernambuco. Segundo o Atlas, “em 2016, as taxas variaram de 19 homicídios por grupo de 100 mil jovens, no estado de São Paulo, até 142,7 em Sergipe, sendo a taxa média do país 65,5 jovens mortos por grupo de 100 mil”,

O problema se agrava ao incluir a raça/cor na análise. Nos últimos dez anos, a taxa de homicídios de indivíduos não negros diminuiu 6,8% e a vitimização da população negra aumentou 23,1%, chegando em 2016 a uma taxa de homicídio de 40,2 para indivíduos negros e de 16 para o resto da população. Ou seja, 71,5% das pessoas que são assassinadas a cada ano no país são pretas ou pardas.

Em Sergipe a taxa foi de 79,0%, seguido do Rio Grande do Norte (70,5%). “Na década 2006-2016, esses estados foram também onde a taxa mais cresceu: 172,3% e 321,1%, respectivamente. Já as menores taxas de homicídios de negros foram encontradas nos estados de São Paulo (13,5%), do Paraná (19,0%) e de Santa Catarina (22,4%)”, diz o Atlas.

Share Button
WWebsites

Leia Também

Homem invade prédio da PF é preso, mas Justiça Federal solta

A Polícia Federal prendeu, na madrugada de sábado para domingo, o ex-presidiário Wellington Santos Mota, …