sábado, 05/12/2020
Catarina será a grande atração deste sábado

Viva La Brasa invade o Rancho amanhã, 5

De blog a livro-movimento, e de livro à festa mais underground que Aracaju já viu. A 2ª edição da Viva La Brasa, que traz toda sua irreverência para invadir o Rancho no próximo sábado, 05 de março, comemora dois anos do lançamento do livro de mesmo nome, do jornalista Adolfo Sá, também idealizador da festa. É um misto de cultura rock e muito divertimento, que deve reunir gente interessante de todo canto. Também, não é para menos. Uma programação embebida em arte do começo ao fim, e nada menos que Catarina Dee Jah, Necro, The Renegades of Punk e DJ Inês, dispensa maiores explicações. Logo de cara, já dá pra notar que, com três atrações lideradas por mulheres e uma DJ, o Viva La Brasa presta uma reverência ao universo feminino, na semana da mulher. E a mulherada promete fazer barulho.

Atração principal, a pernambucana Catarina dee Jah tem um trabalho autoral caracterizado por analogias entre ritmos populares brasileiros e universais: coco/ragga, cumbia/brega, xote/reggae, brega/ska etc. Suas canções são inspiradas em dramas amorosos, fenômenos culturais de verão e mulheres inconformadas, com letras que mesclam lirismo, ironia e sarcasmo. Dizem que, no palco, Catarina é uma espécie de Joelma punk, que dança, debocha e solta frases de efeito. Não à toa, é hoje uma das maiores revelações da música pernambucana.

Descendo no mapa, a Necro vem de Maceió, trazendo doom, stoner e psicodelia para o Rancho. O batera Thiago Alef e os namorados Pedro Salvador & Lilian Lessa curtem Mutantes, Black Sabbath e Ave Sangria, e formam a “melhor banda nova do Brasil”, segundo o apresentador do Programa de Rock. Têm dois discos lançados pelo selo americano Hydro-Phonic Records, e vivem uma nova fase, com Pedro e Lilian trocando de funções. “Sempre é uma experiência bacana quando viajamos pra Aracaju, posso dizer que me sinto em casa e estou ansiosa pra tocar o novo repertório na celebração do Viva La Brasa”, diz Lilian sobre a expectativa para o 05 de março.

Já os rebeldes veganos, anarquistas do hardcore locais, The Renegades of Punk, tocam na Viva La Brasa pela segunda vez. “Tocar nas festas VLB é sempre massa porque é a festa de um amigo, tocamos com amigos pra amigos. Isso é o melhor que tem”, conta Daniela Rodrigues, vocalista e guitarrista do trio que tem um álbum, dois EPs, dois K7s e quatro splits lançados. Depois de turnês por quase todo o Brasil e dez países da Europa, realizam há quatro anos o Clandestino, evento itinerante que transforma espaços públicos de Aracaju em zonas autônomas temporárias.

Atriz, modelo, performer, DJ Inês é a estrela do vídeo, garota do poster e, na noite de lançamento do livro Viva La Brasa, fez uma apresentação de pole dance memorável. Na festa deste ano, ela promete um set com cumbias, guitarradas, mash-ups e trilha sonora de filmes. “Viva La Brasa com certeza vai render várias histórias pra contar depois. É uma honra ser a ‘cara’ de um livro-movimento. Me sinto parte e quero estar em todas as edições futuras, dançando, discotecando ou apenas dando um close”, diz Inês.

Intervenções
O Viva La Brasa vai contar, ainda, com intervenções do artista plástico sergipano Anderson Camilo que, juntamente com a companheira, Dani Dutra, encabeça a Então Pronto Produções, que dá vida à festa este ano. Inquieto, sistemático e persistente, Camilo vem de uma trajetória de 20 anos de arte, vividos de forma experimental e didática, com referências do HQ, fanzines e do rock’n roll da década de 90, quando o underground estava em voga, renovando a forma de ver a pintura. Em sua recente exposição “Música Para Os Olhos” mergulhou no universo da música, instrumental e jazz aliando forma, a linearidade e movimento.

Camilo se diz influenciado por Jamson Madureira, que também participa da festa. Ele despontou na cena underground como líder da banda Camboja e revelou-se artista plástico em 1998. Para ele o que importa é o traço, ou garrancho, ou, as partes do quadro perfuradas por algum instrumento estranho aos manuais de artes plásticas. Produziu fanzines, quadrinhos (personagem Automazo), capas de disco, ilustração para livros e realizou exposições coletivas. Foi o único representante na mostra de novos talentos da Funarte do Rio de Janeiro, em 2014.

Os ingressos estão à venda na Freedom [R. Santa Luzia], Mr. Bong [Av. Lions Club], e Bela Prata [Shoppings Jardins e Riomar], a R$ 25,00, na compra antecipada e a dinheiro, até esta sexta, 04 de março.

 

Leia Também

Soldado da PM de Sergipe salva vida de taxista, que grava vídeo em agradecimento

O taxista Antônio Jefferson da Silva Vieira fez,  esta semana,  um agradecimento emocionado ao soldado …