quarta-feira, 25/08/2021
Mark Zuckerberg, CEO da Facebook Foto: Uihere.com Arte: Cleomir Santos

Facebook e Instagram irão investir cerca de US$ 1 bilhão em criadores de conteúdo até 2022

O Facebook afirma que abrirá seu talão de cheques em grande escala para os criadores de conteúdo. Segundo o CEO Mark Zuckerberg, a grande marca das mídias sociais investirá no próximo ano mais de US$ 1 bilhão aos criadores, tanto do Facebook como do Instagram.

Zuckerberg anunciou a nova iniciativa em um post no Facebook na terça-feira — mas não forneceu muitos detalhes.

“Queremos construir as melhores plataformas para milhões de criadores ganharem a vida, por isso estamos criando novos programas para investir mais de US$ 1 bilhão para recompensar os criadores por um ótimo conteúdo que eles criam no Facebook e Instagram até 2022”, escreveu ele.

“Investir em criadores não é novidade para nós, mas estou animado para expandir esse trabalho ao longo do tempo.”

Da mesma forma, no mês passado Zuckerberg disse que o Facebook não aceitará uma redução da receita gerada pelos criadores até 2023.

A pressão do Facebook para investir nos criadores de conteúdo pode ser, em parte, um esforço de gestão de crise na reputação da marca, isso para neutralizar a imagem negativa que a enorme empresa de tecnologia gerou.

O Facebook, que tem uma capitalização de mercado de quase US$ 1 trilhão, terminou o primeiro trimestre com US$ 64,2 bilhões em dinheiro, segundo seus registros.

De acordo com o Facebook, o novo investimento de US$ 1 bilhão incluirá novos programas bônus que pagam aos criadores elegíveis para cumprir certas metas quando eles usarem ferramentas específicas do Facebook ou Instagram.

Quais são esses novos recursos e como os criadores de conteúdo irão se beneficiar?

Primeiramente, a empresa pretende lançar um recurso dentro do aplicativo Instagram e em seguida no aplicativo do Facebook, onde os criadores podem aprender sobre bônus disponíveis para eles.

No Facebook, eles incluem um bônus “In-Stream” que paga um bônus de ganhos nos próximos quatro meses para selecionar criadores de vídeo que usam anúncios no streaming. O Facebook também está expandindo os desafios do Stars recentemente anunciados para incluir criadores de jogos; os criadores de vídeo e jogos receberão um bônus mensal por atingir seus objetivos de ganhos específicos nos próximos três meses.

No Instagram, o bônus de anúncios IGTV (disponível agora por convite para criadores nos EUA) permite que os criadores ganhem um bônus único por se inscreverem para anúncios IGTV, o que lhes permite ganhar uma parte da receita quando os anúncios são veiculados em seus vídeos. Os emblemas no bônus Instagram Live, agora disponíveis por convite para criadores em 11 países, recompensa os criadores quando eles atingem certas metas com etiquetas, como por exemplo, fazer uma transmissão ao vivo com outra conta.

Outro bônus é o Reels Summer no Instagram – que será lançado nas próximas semanas por convite para criadores nos EUA na nova seção de bônus do aplicativo.

Dessa forma, o Facebook irá pagar os criadores de conteúdo com base na quantidade de engajamento que os Reels recebem. Para quem não sabe, o Instagram lançou Reels, (basicamente uma cópia do TikTok) amplamente em agosto de 2020.

Por fim, o Facebook recomenda que para ser elegível aos novos programas de bônus, os criadores devem cumprir as políticas de monetização de seus parceiros.

Caso tenha dúvidas em relação ao que foi abordado no texto, deixe seu comentário abaixo. Ficarei feliz em te ajudar. Aproveite e opine sobre isso, ou sugira qual o próximo assunto que deveríamos abordar aqui na coluna ‘Marketing Descomplicado.
Um forte abraço!

(*) Consultor de Marketing Digital e idealizador do Me Ajuda Cleo, natural da cidade de Aracaju – Sergipe, amante da música, de um bom café, daquela reunião com boas companhias e apaixonado por belezas naturais e pela vida.

** Esse texto é de responsabilidade exclusiva do autor.  Não reflete, necessariamente, a opinião do Só Sergipe.

Leia Também

Cuidado! Evite que o seu dinheiro perca o poder de compra

As tensões políticas, tanto no Brasil quanto em qualquer parte do mundo, podem afetar em …