quarta-feira, 05/08/2020
Funcionários preparados para atender à população Foto: Setransp

Empresas de ônibus reforçam combate à covid-19 com medição de temperatura

Compartilhe:

Desde o surgimento da pandemia do coronavírus, o setor de transporte público coletivo tem feito diversas ações para dar segurança aos passageiros e trabalhadores da área. Medidas preventivas foram desenvolvidas nos Terminais de Integração e nos ônibus para evitar que a covid-19 atinja mais pessoas, e, diante da movimentação de retomada de alguns setores, as empresas do transporte urbano dão mais um reforço nas ações a partir desta terça-feira, 28. Nos oito terminais de Aracaju e da região metropolitana e nos dois de Maceió (AL), trabalhadores do transporte estão realizando a medição da temperatura dos passageiros e aspergindo álcool nas mãos, bem como dando orientações sobre cuidados necessários no combate ao vírus.

A atuação das equipes das empresas de ônibus para medição de temperatura será especialmente nos horários de maior movimentação nos terminais. A campanha de prevenção que é uma iniciativa da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros dos Estados de Alagoas e Sergipe (Fetralse), do Projeto Ambiental Despoluir e as empresas de ônibus dos dois Estados, conta ainda com totens informativos em todos os terminais, cartazes internos nos ônibus e adesivação em grande parte dos veículos da frota com a mensagem: Use a máscara! Tal mensagem já estava sendo divulgada nos letreiros dos ônibus e continuará.

Outras medidas adotadas pelas empresas nos Terminais de Integração permanecem, como: a disposição de lavatórios externos com sabão líquido e papel – incentivando as pessoas a lavarem sempre as mãos; a disposição de álcool em gel nas guaritas; a limpeza diária com higienização frequente durante o dia – inclusive com o uso de aparelhos vaporizadores; a disponibilização de orientadores de embarque conscientizando sobre o distanciamento nas filas e evitar as aglomerações no embarque e desembarque; como também o incentivo ao uso do cartão eletrônico – para evitar a contaminação com o uso de dinheiro.

O presidente da Fetralse, Alberto Almeida, comenta que além das ações combativas diárias, a melhor proteção nesse momento tão delicado para o mundo, é a informação. “Nossas ações contra a covid-19 nunca pararam. Sempre instruímos em relação ao embarque e desembarque, sobre o motivo do cartão ser mais seguro que o dinheiro, além da limpeza rotineira dos veículos e terminais, entre outras ações. Mas acreditamos que quanto mais insistimos em oferecer informações e meios para proteger os passageiros e os rodoviários, mais fortes todos nós estaremos no combate contra o coronavírus”, diz. A nova campanha de prevenção deve durar três semanas.

Compartilhe:

Leia Também

Síndrome de Burnout deve atingir diversos profissionais pós-pandemia

Antes da pandemia, a professora Irailde Melo trabalhava em torno de 10 horas por dia. …

Deixe uma resposta