sábado, 24/10/2020
Senador Alessandro Vieira será o entrevistado, sexta-feira, na live da Acese

Alessandro Vieira critica Bolsonaro por ter exonerado diretor geral da PF

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) disse hoje, 24, que  “não havia nenhuma razão técnica para esta mudança. E quem se preocupa com  uma polícia independente é bandido”.  Ele se refere a exoneração do diretor geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, que saiu publicada no Diário Oficial da União e pegou de surpresa o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

O comentário de Alessandro foi feito durante entrevista no Jornal da Fan. Alessandro lamentou que  o presidente Jair Bolsonaro tem adotado uma política diferente daquela que prometeu em campanha. “Quem faz mais do mesmo, merece esse repúdio. A gente tem visto muita gente investigada e condenada pela Justiça sendo acolhida pelo Governo. Não tem como combater corrupção num governo que busca condenados pela polícia para fazer alianças”, afirmou.

Sobre um possível impeachment de Bolsonaro, o senador disse que, por enquanto os fatos apresentados não permitem essa discussão. Na Câmara Federal há 24 pedidos de impeachment de Bolsonaro e o presidente Rodrigo Maia deixou todos na gaveta, até o momento. “Jair Bolsonaro foi eleito democraticamente. Ele deve continuar até que seja aberto um novo processo eleitoral e o cidadão possa, nas urnas, fazer suas escolhas”, afirmou.

Leia Também

Dia da Sergipanidade: data registra a oficialização da independência do estado e ressalta a importância em se celebrar os aspectos que marcam a sua identidade

Paulo César Santana (*) O 24 de outubro é muito mais do que uma simples …