quarta-feira, 18/09/2019
Início » Editorias » Cidades » Polícia prende acusado de assaltar a 103 FM
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert

Polícia prende acusado de assaltar a 103 FM

Compartilhe:

A Polícia Civil prendeu um dos suspeitos de ter assaltado a 103 FM, no último sábado à noite. O acusado é  Igor Vinicius Silva Lisboa, 19 anos, que já prestou depoimento e entregou o mome dos comparsas. Na casa de Igor, os policiais apreenderam quatro aparelhos de telefone celular e notebooks das vítimas. O delegado geral da Polícia Civil, Alessandro Vieira, afirmou que os outros estão sendo procurados. Durante o assalto, a locutora Iucema Santos, desesperada, pediu socorro no ar. Os marginais depredaram a emissora e agrediram o vigilante.

Segundo Alessandro Vieira, os suspeitos são os seguintes: Marco Antônio dos Santos Filho, conhecido como “Quiquinho”,  Jivanilson Ferreira dos Santos, vulgo “Dado”, 20 anos; Gabriel Andrade dos Santos, mais conhecido como “Mamãe”, 20 anos; e Tiago Alves Santos. A polícia investiga ainda a participação de um sexto indivíduo que estaria envolvido na cena do crime.

“Conseguimos identificar, por meio do circuito externo de câmeras da emissora, a presença de outro suspeito que estaria do lado de fora da rádio, dando cobertura ao grupo. Nosso trabalho agora consiste na identificação e localização não apenas desse suspeito, como de todo o grupo criminoso”, ressaltou.

Em entrevista coletiva hoje, 13, na Secretaria de Segurança Pública (SSP), Alessandro Vieira explicou que ao tomar conhecimento do crime, as equipes das Polícias Civil e Militar  iniciaram as investigações. As imagens do circuito interno da emissora mostrando o assalto foram divulgadas, permitindo que a comunidade desse informações através do Disque Denúncia 181.

 “A partir daí, enviamos as representações para o juiz de plantão que concedeu os mandados de prisão dos cinco suspeitos, sendo um deles capturado na noite de ontem, 12. Os demais continuam foragidos”, explicou  o delegado da Coordenador de Polícia da Capital (Copcal) André Baronto.

Segundo Baronto, Igor teria sido preso e prestado depoimento à polícia na companhia da mãe. “Ele contou com riqueza de detalhes como aconteceu o crime, desde a entrada até a saída da emissora. Esse depoimento ajudou na confirmação da identificação dos demais participantes da ação”, afirmou.

JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert
Compartilhe:

Leia Também

Operação do Gaeco ocorreu em nove Estados; em Sergipe, o alvo foi o Hospital de Cirurgia

A  terceira fase da Operação Metástase desencadeada hoje em Sergipe, pelo Grupo de Atuação Especial …

WhatsApp chat