terça-feira, 22/10/2019
Início » Editorias » Cidades » Segundo suspeito de matar sargento morre em confronto com a polícia
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
A mansão onde Bruno estava escondido, em Camaçari Foto: Divulgação

Segundo suspeito de matar sargento morre em confronto com a polícia

Compartilhe:
JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert
Bruno: última pose

O recado dado pelo delegado André Davi, coordenador operacional do Complexo de Operações Policiais da Polícia Civil (Cope), de  que se o segundo suspeito de ter matado o sargento da Polícia Militar, Ronaldo Bispo Santos, “estiver na terra a gente pega”, foi cumprido na manhã desta quinta-feira, 24. Bruno Bispo Aragão, 21, foi morto após reagir à prisão, durante uma operação feita por policiais civis sergipanos e baianos, em   uma mansão em Barra do Jacuípe, município de Camaçari (BA).

Bruno era a segunda pessoa que faltava ser presa, acusada de ter matado o sargento Ronaldo, no dia  9 de janeiro, em Itaporanga D’Ajuda. O primeiro a tombar, depois de, também, ter reagido à prisão, foi Walisson Teixeira Rodrigues, 24 anos, no último domingo, em Laranjeiras.

O sargento Ronaldo Bispo Santos foi morto durante assalto praticado por Walisson Teixeira Rodrigues e Bruno Bispo Aragão, a uma mercearia no povoado Nova Descoberta.

 

Compartilhe:

Leia Também

Atores sergipanos chamam atenção com performance para tragédia ambiental no Nordeste

Powered by Rock Convert Com os corpos pintados de preto, para simular óleo, um grupo …

WhatsApp chat