segunda-feira, 23/11/2020
O prefeito Edvaldo Nogueira reuniu o secretariado no domingo Foto: Ana Lícia Menezes/PMA

Prefeitura suspende eventos do aniversário da capital; não haverá a corrida São Cristóvão-Aracaju

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, decidiu suspender todos os eventos relativos ao aniversário da cidade que ocorreriam até o dia 4 de abril. Dentre as atividades, a Corrida São Cristóvão Aracaju, com cinco mil inscritos,  que seria no dia 21, próximo sábado. Hoje, Edvaldo assinará um decreto que normatiza e detalha estas resoluções.  No domingo, ele reuniu todo o secretariado para discutir quais medidas tomar  por causa do coronavírus, que já tem um caso confirmado na capital, Logo mais às 10h30, Edvaldo participará de uma reunião com o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, no Palácio de Despachos, quando serão discutidas uma série de medidas a serem tomadas a fim de tentar conter o avanço do coronavírus no Estado.
“Reunimos o secretariado neste domingo e discutimos o impacto da pandemia do coronavírus em Aracaju. Com a confirmação, no sábado, do primeiro caso da doença na nossa cidade, passamos a uma nova etapa do Plano de Contingência no que diz respeito à prevenção do vírus. Editaremos um decreto de emergência que define as regras para atuar de maneira a evitar a propagação do vírus em Aracaju. Os eventos do aniversário da cidade que tenham público estão todos suspensos, bem como eventos públicos com mais de 100 pessoas em ambientes fechados e mais de 250 pessoas em ambientes abertos”, afirmou o prefeito.

Neste sentido, estão suspensos os shows alusivos aos 165 anos de Aracaju, que ocorreriam nos dias 20 e 21, na Orla da Atalaia, a Corrida Cidade de Aracaju, que aconteceria no dia 21, e demais eventos comemorativos. A missa e a colocação de flores no busto de Inácio Barbosa, que ocorrem no dia 17 de março, foram canceladas. A apresentação da Orquestra Sinfônica, que ocorreria no mesmo dia, foi adiada. Demais eventos da programação festiva com aglomeração de pessoas superior ao número estabelecido no decreto também foram suspensos.

Edvaldo ressaltou que a população não deve entrar em pânico, mas sim tomar as medidas estabelecidas como eficazes, como lavar bem as mãos e evitar aglomerações. Já aqueles que viajaram para os países onde há surto da doença, tiveram contato com casos suspeitos ou confirmados ou apresentam os sintomas devem procurar as unidades de saúde. “Não precisa pânico. Precisa tomar medidas e precauções. Temos um Plano de Contingência, em execução, que lançamos há duas semanas, com todas as diretrizes para prevenção e combate ao coronavírus. Estamos preparando nossas unidades para atendimento aos pacientes e no sentido dos insumos necessários”, declarou.

No sábado, dia 14, a Prefeitura de Aracaju confirmou o primeiro caso da doença na capital, uma mulher de 36 anos, que chegou da Espanha no último dia 9, já apresentando sintomas da doença, foi testada e confirmada para o vírus. Ela se encontra em isolamento domiciliar cumprindo o período de quarentena, mas se encontra bem clinicamente.

Leia Também

UFS está sob intervenção do MEC; reitor é afastado

O Ministério da Educação e Cultura (MEC) afastou hoje, 23, do cargo de reitor da …