quinta-feira, 19/09/2019
Início » Editorias » Cidades » Flanelinhas e GMA em pé de guerra
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
Flanelinha é preso no Mercado Albano Franco

Flanelinhas e GMA em pé de guerra

Compartilhe:

Golpes de cassetete, uma inusitada guerra de frutas atiradas contra os integrantes da Guarda Municipal de Aracaju (GMA) e prisões. Toda essa confusão aconteceu hoje à tarde,1º de outubro, e aconteceu no setor de frutas do Mercado Municipal Governador Albano Franco. Justamente no dia em que começou a cobrança pelos estacionamentos no centro do Rotativo Aju. Os flanelinhas que atuam no mercado são contrário a esse serviço, por isso quebraram as placas de sinalização e desafiaram a Prefeitura: o quebra-quebra era, apenas, o início de um grande protesto que estar por vir.

Essa balbúrdia toda foi provocada por um grupo de 25 flanelinhas, que há anos, trabalham num estacionamento que fica entre as ruas José do Prado Franco e Apulcro Mota, entre o Mercado Albano Franco e o supermercado G. Barbosa. Eles alegam que se o rotativo for mantido irão passar fome. Por volta das 14 horas eles quebraram diversas placas indicativas do Rotativo e bloquearam as entradas e saídas do local. O Grupamento Tático Operacional (GTO) da GMA foi acionado, desbloqueou as entradas do estacionamento e prendeu um dos principais líderes do protesto, Odenilton dos Santos Melo.

Flanelinha arranca placa de sinalização Foto: André Moreira
Flanelinha arranca placa de sinalização
Foto: André Moreira

Mas pouco antes de ser detido, Odenilton, em tom de desafio e segurando um pau, disse que a “Prefeitura tinha que se preparar”, pois os protestos irão continuar. Ele alega que tem mais de 25 anos trabalhando no estacionamento e, assim como os demais, vai ter problemas financeiros. “A Prefeitura tem que assinar minha carteira de trabalho. Quem vai pagar nosso pão?”, questionou. “Querem que a gente vire traficante”, gritou.

Com o ganho diário de R$ 3, eles estão em dificuldades financeiras desde a implantação do Rotativo. “A nossa situação está complicada e os motoristas só pagam por nos conhecer há muito tempo”, contou um deles que preferiu não se identificar.

Guerra – A prisão de Odenilton desencadeou mais confusão. Alguns flanelinhas correram para o Mercado Albano Franco, foram perseguidos pelo GTO e foi lá que o tumulto aumentou. Quando um homem foi preso, feirantes e flanelinhas começaram a jogar tomates, laranjas, coco nos guardas municipais, que reagiram com cassetetes e armas de choque (teaser).

As frutas continuaram a ser atiradas e os guardas saíram sob vaias levando um homem preso. A feirante Maria do Rosário Oliveira considerou um ato grave dos guardas municipais que levou o homem preso, cujo nome ela não soube informar. Toda essa confusão foi filmada e fotografada por várias pessoas e pelos próprios guardas municipais.

Quando tudo parecia calmo, os flanelinhas avistaram dois guardas municipais se dirigindo até a base que fica dentro do mercado e correram atrás deles atirando-lhes frutas. Nesse momento, um dos guardas foi atingido por um paralelepípedo no peito direito. “Se eu não estivesse com o colete à prova de balas teria me ferido bastante”, disse o guarda municipal.

Preços – O sistema Rotativo Aju foi implantado já duas semanas e home começou a cobrança. A permanência máxima será de duas horas (podendo ser estendido até quatro horas), somente no estacionamento do Mercado Albano Franco, com 300 vagas. O carro de passeio paga R$ 0,75 por 30 minutos; R$ 1,50 por 1 hora; R$ 2,25 por 1h30 minutos e R$ 3 por duas horas.

O mesmo procedimento também é válido para as motocicletas, mas com preços menores. O estacionamento por 30 minutos custa R$ 0,50; por uma hora, R$ 1; por 1h30minutos  R$ 1,50 e por 2 horas R$ 2. Os veículos de carga pagam mais caro. Por 30 minutos, R$ 1,50; por uma hora, R$ 3, Se ficar ,1h30minutos paga R$ 4,50 e por duas horas, R$ 6.

JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert
Compartilhe:

Leia Também

LBV oferece emprego de educador social em Aracaju

O Centro Comunitário de Assistência Social da Legião da Boa Vontade (LBV) em Aracaju está …

WhatsApp chat