terça-feira, 22/10/2019
Início » Editorias » Negócios » Exportações sergipanas sobem 43,8%
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert

Exportações sergipanas sobem 43,8%

Compartilhe:
JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

Apesar de continuar em déficit, a balança comercial sergipana teve um avanço no primeiro bimestre deste ano, em comparação a igual período do ano passado. O montante exportado foi de US$ 13,8 milhões, estando 43,8% acima do valor comercializado nos dois primeiros meses de 2015. No entanto, o déficit, em fevereiro deste ano, foi de aproximadamente US$ 4,4 milhões.  A análise  é do Centro Internacional de Negócios – CIN/SE da FIES, com base nos dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Nos meses de janeiro e fevereiro de 2016, o destaque entre os produtos exportados foi a venda de sucos de laranjas, congelados, não fermentados, atingindo a marca de US$ 5,6 milhões e respondendo por 41,2% do total exportado no período. Em segundo lugar ficou outros sucos de abacaxi, que somou US$ 3 milhões em exportações e respondeu por 22,3% das vendas internacionais sergipanas, que correspondeu, no total, à US$ 8,7 milhões. Dessa forma, verificou-se que somente estes dois produtos responderam por 66,6% das exportações realizadas no estado.

Com relação às importações, destacaram-se as compras do diidrogeno-ortofosfato de amônio com um montante de US$ 3,1 milhões, o sulfato de amônio que somou US$ 2,6 milhões, e outros trigos e misturas com US$ 2,1 milhões. Somados, estes produtos representaram 35,8% do total importado, equivalente a US$ 7,8 milhões.

Na análise por países de destino dos produtos sergipanos, o destaque do bimestre foi para as vendas para os Países Baixos (Holanda), responsável por 55,2% do total exportado e o principal comprador do suco de outros cítricos e do suco de laranja sergipanos. Outros países como Estados Unidos e Sri Lanka também figuraram entre os países que mais compraram do estado, US$ 1,1 milhão cada. Referente aos fornecedores, os principais países de origem das compras estaduais, nos meses analisados, foram Estados Unidos, Marrocos, China e Espanha.

Compartilhe:

Leia Também

Currículo bem feito faz a diferença na hora de disputar uma vaga de emprego

Powered by Rock Convert O Brasil tem  12,6 milhões de desempregados, segundo o último dado …

WhatsApp chat