quarta-feira, 05/08/2020
Feriados prolongados: programe-se Foto: lenda Souza/ Prefeitura de Belo Horizonte/ Flickr/ Domínio público

Em 2020 são 12 feriados nacionais e mais cinco em Sergipe

Compartilhe:

O ano de 2020 promete mais dias de folga do que 2019. São 12 nacionais, 11 deles caem em dias de semana, sendo que dez podem ser emendados com sábados e domingos.  Ah, você tem que contar, também, com os feriados estaduais e municipais.

O aniversário de Aracaju no dia 17 de março é uma terça-feira. E no São João é feriado em todo o Nordeste no dia 24 de junho, quarta-feira; no dia 8 de julho, quarta-feira, emancipação política de Sergipe; 28 de outubro, também quarta-feira, servidor público;  e 8 de dezembro, terça-feira, padroeira de Aracaju, Nossa Senhora da Conceição.  Lembrando que os governos estadual e municipal podem decretar ponto facultativo, caso desejem, mesmo sob os protestos dos empresários.

 

Muitos feriados caem na segunda e na sexta-feira

As exceções aos feriados colados ao fim de semana são 1º de janeiro (Confraternização Universal), caindo em uma quarta-feira; 21 de abril (Tiradentes), que será em uma terça-feira e o Corpus Christi (11 de junho), que sempre cai às quintas-feiras 60 dias após a Páscoa.

Páscoa e carnaval são feriados alongados em todos os anos. A Paixão de Cristo (sexta-feira) será no dia 10 de abril. A segunda-feira e a terça-feira de carnaval cairão nos dias 24 e 25 de fevereiro, respectivamente.

Além desses dias, os brasileiros poderão emendar com o fim de semana o Dia do Trabalho (1º de maio) que cai numa sexta-feira, assim como o Natal (25 de dezembro).

Para quem não gosta da segunda-feira, a boa notícia é que os feriados da Independência do Brasil (7 de setembro), de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro) e de Finados (2 de novembro) cairão nesse dia da semana.

Perdas

Com tanto feriado, há quem preveja perdas econômicas. “O varejo nacional deve deixar de faturar R$ 11,8 bilhões em 2020 por causa de feriados nacionais e pontes ao longo do ano. O total é 53% maior do que a perda prevista para 2019, de R$ 7,6 bilhões”, calcula a Federação do Comércio de São Paulo.

Outros setores de atividade econômica festejam como é o caso do turismo. “No ano passado, os feriados prolongados resultaram em 13,9 milhões de viagens, que injetaram R$ 28,84 bilhões na economia brasileira”, soma o Ministério do Turismo (MTur).

Segundo a pasta. “o feriado de [1º de] maio movimentou [em 2019] R$ 9 bilhões na economia e resultou em 4,5 milhões de viagens. Já o 12 de outubro foi um dos mais movimentados do ano com a realização de 3,24 milhões de viagens domésticas e impacto econômico de R$ 6,7 bilhões nos destinos visitados”. O MTur ainda não fez projeção do impacto dos feriados de 2020 em venda de passagens, hospedagens e passeios.

O ano que começa é ano bissexto e, portanto, tem um dia a mais, mas esse não descontará as folgas proporcionadas pelos feriados nos dias de semana. O dia 29 de fevereiro cairá em um sábado.

Com informações da Agência Brasil

Compartilhe:

Leia Também

Grupo França investe R$ 5 milhões em indústria de pães em Aracaju

O Grupo França está investindo cerca de R$ 5 milhões, com o apoio do Banco …

Deixe uma resposta