quinta-feira, 17/10/2019
Início » Editorias » Cidades » A corrupção é desenfreada em Sergipe
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
Clóvis garante que não vai se intimidar Foto: Cleverton Ribeiro\TCE

A corrupção é desenfreada em Sergipe

Compartilhe:
JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

“A corrupção continua desenfreada em Sergipe. Aqui, algumas pessoas pensam que vivem em uma ilha. Mas [as investigações] vão chegar aqui também. Não vai demorar. Hoje mesmo estamos com uma equipe em Brasília, no MPF [Ministério Público Federal], conversando sobre certas coisas de Sergipe, para que o Estado saia dessa condição de ilha e pertença ao país”. A afirmação é do presidente do Tribunal de Contas de Sergipe (TCE), Clóvis Barbosa, que garantiu não estar intimidado com as ações da Prefeitura de Aracaju, que acusou o órgão de exacerbar as funções ao investigar a licitação com a Cavo.

De acordo com o presidente do TCE, a licitação da limpeza pública vai ser apurada com rigor e “qualquer tipo de intimidação não vai servir de nada”. Na semana passada, Clóvis recomendou que a prefeitura faça uma nova licitação, mas o prefeito João Alves Filho disse que não acatará a sugestão e entrou com uma representação contra o presidente do TCE. Nesse documento ele pede a sua destituição do cargo e o afastamento de suas funções como conselheiro.

A iniciativa do prefeito teve efeito contrário. Ao invés de intimidar o conselheiro, o motivou mais ainda. “Vamos continuar apurando rigorosamente as falcatruas que forem realizadas por agentes públicos que, infelizmente, não querem respeitar a legislação. Sou um homem de princípios e ideais. Não é uma representação, seja de quem for, que vai me abalar. Vamos continuar cumprindo com o nosso dever, doa a quem doer”, avisou.

Receita – O TCE e a Receita Federal deverão incrementar a parceria já existente entre os órgãos visando a troca de informações de interesse recíproco. Assim ficou definido na visita do delegado da Receita Federal em Sergipe, Marlton Caldas de Souza, ao presidente Clóvis Barbosa de Melo, ocorrida na manhã desta terça-feira, 22.

No encontro foram debatidos aspectos do convênio firmado pelas instituições ao final do ano de 2013. Desde então, o TCE passou a disponibilizar documentos relativos às prestações de contas dos órgãos e entidades das administrações estadual e municipais.

Compartilhe:

Leia Também

Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, volta a Aracaju e se reúne na UFS

Powered by Rock Convert O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, chegou hoje, 16, por …

WhatsApp chat