segunda-feira, 18/11/2019
Início » Editorias » Cidades » Canarinhos concorrem a prêmio nacional da Vivo
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
Maestro Carlos Magno rege os Canarinhos de Aracaju

Canarinhos concorrem a prêmio nacional da Vivo

Compartilhe:
JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

O coral Canarinhos de Aracaju é o único representante do Nordeste que participa, como finalista, do prêmio Vivo Música que Transforma, criado pela Vivo para reconhecer projetos de destaque na utilização da música como meio de transformação social. Para o maestro do Canarinhos de Aracaju, Carlos Magno, o fato de ser finalista já é uma vitória muito grande. Ele agora pede o apoio da população para votar no projeto. Para isso, basta acessar o site do prêmio (www.vivomusicaquetransforma.com.br) ou por meio do aplicativo Vivo Meu Show, disponível para download gratuito nas versões Android e IOS. Os votos podem ser dados até o dia 26 de julho, quando será conhecido o vencedor.

“Estamos concorrendo com Pará e São Paulo. Na categoria que estamos – Música que ensina – conseguimos ganhar de Fortaleza e Recife e, com isso, somos o único Estado nordestino. Estamos sendo vistos em todo Brasil e convidamos a todos para votarem”, convocou Carlos Magno. Ao todo, 366 projetos de todo o Brasil se inscreveram para disputar um dos quatro prêmios de 10 mil reais em certificado de barras de ouro.  O projeto de Carlos Magno chama-se Cultura, Arte, Educação e Cidadania.

Selecionada na categoria a Música que Ensina, a inciativa promove o encontro de professores e monitores com alunos de escolas públicas, que buscam melhores oportunidades a partir de práticas artísticas oferecidas, gratuitamente, pelo Instituto Canarinhos de Sergipe (INCASE). A instituição é uma ONG com finalidade cultural, de assistência social e de promoção de cidadania e dos direitos humanos, que atende crianças adolescentes e jovens de escolas públicas de todo o estado de Sergipe.

Para anunciar os vencedores, a Vivo prepara um cerimônia com Carlinhos Brown, em São Paulo.  Todos os nove finalistas participarão de um workshop sobre Gestão de Projetos, mas apenas os quatro projetos vencedores receberão o certificado em barras de ouro.

Os participantes puderam se inscrever em três categorias: Música que Ensina, destinada a projetos educativos que utilizam a música como meio de transformação social; Música para Todos, voltada às iniciativas que dão palco às manifestações musicais e oferecem democratização do acesso à música com entrada gratuita ou a preços populares; e Música que Conecta, para projetos que utilizam o meio digital como ferramenta para o desenvolvimento cultural e social. Os projetos inscritos passam por avaliação de um júri técnico, composto por nomes ligados à imprensa especializada, artistas, produtores culturais e representantes da Vivo.

A premiação faz parte da plataforma Vivo Música que Transforma, idealizada para ser uma grande vitrine cultural destinada à dar visibilidade, valorizar, conectar e reconhecer iniciativas ligadas à música, além de ser fonte de informação para instituições e empresas interessadas em compartilhar conhecimento e práticas para o incentivo à cultura brasileira.

Por meio do portal www.vivomusicaquetransforma.com.br o público pode conhecer detalhes de cada projeto participante e conferir a agenda de atividades das iniciativas. Totalmente digital, a plataforma também possui um mapa de geolocalização que torna possível saber onde estão os projetos mais próximos de cada região.  Um blog exclusivo voltado para contar as histórias por trás desses projetos traz informações relevantes sobre a cena cultural, dicas e entrevistas com quem entende de música. Além disso, uma área especial do portal traz a opinião de artistas defensores da cultura, entre eles o músico e embaixador do prêmio Carlinhos Brown.

Transforma –  A Telefônica Vivo acredita no poder transformador da música, uma das expressões mais populares e ricas da identidade brasileira e, por isso, apoia projetos que fortalecem o desenvolvimento sustentável e geram valor à marca. A plataforma Vivo Música que Transforma contribui para ampliar essa característica do ponto de vista social, pois reúne projetos que promovem a democratização da cultura, a inclusão e transformação das pessoas por meio da música. A empresa apoia mais de 90 projetos ligados à música com caráter social em nove estados brasileiros.

Incase –  Fundado em 2008, o Instituto Canarinhos de Sergipe – INCASE já conta com um sólido trabalho desenvolvido com crianças e jovens sergipanos. Hoje, a instituição está dividida em três grupos de assistência social: PCA – formado por crianças de 5 a 10 anos; Canarinhos de Aracaju – formados por crianças de 11 a 17 anos; Orquestra Villa Lobos – formada por alunos dos Canarinhos de Aracaju. A instituição desenvolve também trabalhos com crianças portadora de Síndrome de Down e autistas, utilizando oficinas de canto e instrumentos musicais como violão, viola, violino, violoncelo, contrabaixo, teclado, metalofone, escaleta percussão e bateria.

Compartilhe:

Leia Também

Aracaju terá árvore de Natal com 12 metros de altura na Atalaia

Powered by Rock Convert Depois de onze anos sem ter uma árvore de natal, devido …

WhatsApp chat