quarta-feira, 14/07/2021
Não viva a corrida dos ratos Imagem: Freepik

Você já ouviu falar da corrida dos ratos?

David Rocha (*)

Esse termo foi usado pela primeira vez, pelo menos que eu saiba, pelo Robert Kyosaky, autor do livro Pai Rico Pai Pobre, para se referir àquelas pessoas que estão presas ao trabalho para pagar contas, num ciclo sem fim.

Esse ciclo que nos é empurrado como o certo desde que começamos nossa vida, observando nossos pais e professores o repetir enquanto somos treinados para reproduzir isso de maneira automática, vem sendo um dos maiores problemas para a vida financeira da pessoa.

Sobretudo em tempos de crise onde sempre parece “sobrar mês no fim do dinheiro” é comum imaginarmos que é na corrida dos ratos que está a solução para o problema.

Mas, não é bem assim. A partir do momento em que começamos a notar os erros que esse modelo vendido como certo tem, podemos começar a nos libertar de suas amarras!

Você deve estar se perguntando…

Certo, mas como eu poderia me libertar disso?

Um problema de vivermos muito tempo na corrida dos ratos é que nós mesmos criamos nossas amarras, já que nos endividamos para conquistar bens que achamos ser importantes e depois nos arrependemos.

Até nosso padrão de vida, que inclui contas fixas que já comprometem nossa renda, faz com que tenhamos que continuar escravos desse ciclo sem fim, parece cerrar grades indestrutíveis para nossa vida.

Mas tudo isso pode ser revertido com algum esforço, mas nada tão difícil.

Primeiro devemos focar na nossa educação financeira. Saber de onde vem e para onde vai nosso dinheiro é suficiente para fazer com que possamos ver uma chance de liberdade.

E segundo, devemos construir formas de renda passiva.

A renda passiva nos fará passar a diminuir o ritmo de dependência desse sistema que hoje aprisiona muitos.

E com o tempo nos libertará completamente da necessidade de permanecer no ciclo: trabalha –  paga – se endivida – trabalha – paga,  e por aí vai!

Comece a buscar formas de se libertar da corrida dos ratos e ensinar as futuras gerações a não se perderem nesse ciclo, assim terás uma vida mais plena em uma sociedade bem melhor e mais equilibrada!

Aqui no Só Sergipe já deixei alguns textos sobre renda extra passiva, recomendo que os leia com atenção!

Leia também: Fontes de renda extra passiva, o que você precisa saber para se safar da crise

Atenciosamente…

(*) David Rocha escreve semanalmente, às terças-feiras. Ele é assessor de investimentos e educador financeiro, que vive o mercado diariamente, desde 2011, e autor do livro Tesouro Direto – Um Caminho para a liberdade financeira de 2016.

** Esse texto é de responsabilidade exclusiva do autor.  Não reflete, necessariamente, a opinião do Só Sergipe.

Leia Também

Prepare-se: vai começar a era do Open Banking

Prepare-se para uma competição feroz e você será o alvo dessa guerra que começa dia …