sexta-feira, 15/01/2021
EX-governador João Alves Filho

Morre aos 79 anos João Alves Filho, ex-governador de Sergipe

O ex-governador de Sergipe, João Alves Filho, 79 anos, morreu na noite da terça-feira, 24,  no Hospital Sírio Libanês, em Brasília, onde estava internado desde o dia 18, quando sofreu uma parada cardíaca no apartamento onde morava com a esposa, a senadora Maria do Carmo Alves.

João Alves estava num quadro avançado de Alzheimer, uma doença neuro-degenerativa que provoca o declínio das funções cognitivas, causando consequências como a perda da memória. Por conta da doença, João não se lembrava mais que foi ele quem construiu a Orla da Atalaia, considerada uma das mais bonitas do Brasil.

A  família informou que o corpo de João será cremado no Jardim Metropolitano, em Valparaíso de Goiás, e as cinzas devem chegar a Sergipe dentro de três dias, para que ocorram as despedidas. Esta semana, em entrevista numa rádio, em Aracaju, a senadora Maria do Carmo  já havia declarado que seria feita a cremação.

João deixa esposa, a senadora Maria do Carmo, e os filhos: Maria Cristina Alves, Ana Maria Alves e João Alves Neto.

Luto oficial

Hoje, 25, pela manhã, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, PDT, anunciou que vai decretar luto oficial por três dias, em virtude da morte de João Alves. Ele também  disse que a estrutura da Prefeitura  de Aracaju está à disposição da família para as homenagem que serão prestadas ao ex-governador.

“Aos seus familiares, em especial à sua esposa, a senadora Maria do Carmo, e a seus filhos, a seus amigos e admiradores, os meus mais elevados sentimentos e orações”, disse Edvaldo.

O Governo do Estado também decretou luto oficial por três dias. Em nota, o governo colocou à disposição da família, o Palácio Olímpio Campos.

História

O ex-governador era engenheiro civil e  foi justamente na época em que estudava na Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia, em Salvador, que começou a se interessar por política. Mas foi em 1975 quando, indicado pelos militares, foi prefeito de Aracaju, até 1979.

Foi eleito governador em 1982 e nomeado Ministro de Estado do Interior pelo então presidente José Sarney em 1987. Em 1990, foi candidato ao governo de Sergipe e venceu com 364.819 votos. Em 1998, concorreu novamente ao governo de Sergipe mas ficou em segundo lugar, perdendo para o seu ex-aliado Albano Franco.

Disputou o pleito ao governo do estado em 2002, obteve sucesso, derrotando o então senador José Eduardo Dutra. Em 2006, João Alves Filho se apresentou como candidato à reeleição numa disputa polarizada entre ele  e o ex-prefeito Marcelo Déda candidato pelo PT. João, porém, perde a eleição para o candidato Marcelo Déda logo no primeiro turno, tendo obtido 45,02% dos votos válidos, totalizando 450.405 votos, contra 52,46% obtidos por Déda (524.826 votos).

Em 2010 candidatou-se novamente ao governo do Estado de Sergipe, não obtendo êxito, onde o então governador Marcelo Déda foi reeleito. Em 2012 lançou sua candidatura para prefeito pelo Democratas e venceu o deputado federal Valadares Filho, o candidato do então prefeito Edvaldo Nogueira e do então governador Marcelo Déda com 52,73% dos votos validos contra 37%.

Em 2016, João tenta a reeleição, mas acaba ficando de fora do segundo turno, disputado entre Valadares Filho (PSB) e o então ex-prefeito Edvaldo Nogueira (na época, PCdoB), este último acaba por ser eleito novamente.

Leia Também

Bolsonaro sanciona lei que alivia dívidas de grandes times de futebol

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, no Diário Oficial da União desta segunda-feira (11), o Programa de Modernização …