quinta-feira, 10/06/2021
Os cactos foram apreendidos nos Correios Foto: Ibama Sergipe

Ibama em Sergipe apreende cactos ameaçados de extinção

Cactos ameaçados de extinção foram apreendidos pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em Sergipe. As remessas estavam sendo transportadas ilegalmente por Correios, a caminho de São Paulo, Bahia e Ceará.

A operação aconteceu com a colaboração da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, na quarta-feira, 28.

O gênero Melocactus, nativo do bioma e conhecido popularmente como cacto cabeça de frade, está na Lista Nacional Oficial de Espécies da Flora Ameaçadas de Extinção. De acordo com a Portaria MMA nº 443/2014, é proibida a coleta, corte, transporte, armazenamento, manejo, beneficiamento e comercialização da espécie.

A carga será encaminhada para a Universidade Federal de Sergipe, para fins de pesquisa. Após a análise de identificação da linhagem, se de fato for uma das dez constantes na lista de espécies ameaçadas, o responsável pelas remessas será autuado.

Leia Também

Vinte e três jornalistas que trabalharam na cobertura do incêndio do Nestor Piva estão com Covid-19

Um levantamento realizado pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Sergipe (Sindojor/SE), identificou que …