quinta-feira, 20/06/2024
Fernando Linhares
Fernando Linhares: "Com a fábrica da BYD, acreditamos que a região Nordeste se fortalecerá cada vez mais no cenário nacional

Fernando Linhares, CEO do Grupo Linhares: “Nossos negócios só tendem a crescer aqui em Sergipe”

Compartilhe:

 

Os carros elétricos circulando pelas cidades é um caminho sem volta e “a tendência é de um público pensando mais em biodiversidade, energias renováveis com alta tecnologia.” A afirmação é do empresário Fernando Cardoso Linhares Filho que, na semana passada, inaugurou em Aracaju a concessionária Terra Santa BYD, para comercializar veículos elétricos da gigante chinesa BYD. Esta é a segunda concessionária do Grupo Linhares em terras sergipanas. A primeira foi a Terra Santa Hyundai, inaugurada em março de 2020. A Hyundai é marca sul-coreana.

O empresário Fernando Linhares ressalta que a “BYD é pioneira em soluções de energia limpa e quer construir um futuro sustentável alimentado por eletricidade em que cidades e natureza coexistam pacificamente e onde o ar puro e limpo esteja garantido”. Para este cearense de 57 anos, ao trazer para Aracaju a tecnologia da BYD, ele quer solidificar o Grupo Linhares no mercado sergipano. “Nossos negócios só tendem a crescer aqui”, assegura Linhares.

Concessionária Terra Santa BYD
Concessionária Terra Santa BYD, em Aracaju

“Jamais descartaria novos empreendimentos aqui em Sergipe, é uma região com um público diversificado e a localização do estado, para o Nordeste, como um todo, é um ponto chave”, observa. Outro ponto importante é o fato de a fábrica BYD estar em Camaçari, na Bahia, onde antes era a fábrica da Ford, algo importante para Sergipe devido à proximidade. “Acreditamos que a região Nordeste se fortalecerá cada vez mais no cenário nacional por isso, e ainda são estimados em torno de 10 mil empregos diretos e indiretos na região”, disse Linhares.

Ele acompanha com atenção o desenvolvimento da economia chinesa pelo mundo e, de modo particular, no Brasil. Diversas empresas chinesas, nos mais diversos segmentos estão chegando no País e a tendência disso é crescer. “É bom porque traz concorrência para o consumidor brasileiro e são produtos de qualidade e preço competitivo”, destaca.

Esta semana, Fernando Linhares conversou com o Só Sergipe, contou  seus projetos para continuar investindo no Estado.  O Grupo Linhares é formado pelas suas marcas concessionárias Ares Motos, Nova Onda Motos, Terra Santa Motos, Terra Santa Seminovos, Terra Santa Hyundai, Terra Santa Renault e BYD Terra Santa, além das marcas Ares Motopeças e Terra Santa Estética.

 

 SÓ SERGIPE – O Grupo Linhares inaugurou, na semana passada, a concessionária Terra Santa, com veículos da BYD, em Aracaju, mas antes da sede própria já vinha atuando no mercado. Qual a expectativa de vendas para o mercado local?

FERNANDO LINHARES – Crescimento constante, estamos emplacando em torno de 60 veículos mês. Nossa maior expectativa, agora com a inauguração oficial da loja, é nos solidificar no mercado e ampliar nosso negócio em Sergipe.

BYD, em Aracaju
Marcelo Lins, vice-presidente comercial do GL; Fernando Linhares, Presidente do GL; Carmen Evaristo, vice-presidente administrativo do GL

SÓ SERGIPE – Os carros elétricos são um caminho sem volta no mercado brasileiro? Questiono isso, porque ouço algumas pessoas ainda reticentes em comprar carros elétricos.

FERNANDO LINHARES – Sem sobra de dúvidas! A tendência é de um público pensando mais em biodiversidade, energias renováveis com alta tecnologia. O mercado automotivo agora está de olho em empresas que buscam inovação e trabalham com um ecossistema de energia de zero emissões. Lembrando que a BYD é pioneira em soluções de energia limpa e quer construir um futuro sustentável alimentado por eletricidade, em que cidades e natureza coexistam pacificamente e onde o ar puro e limpo esteja garantido. Assim, estamos de acordo com a nova postura do mercado.

SÓ SERGIPE – O fato de a fabricante chinesa BYD estar em Camaçari – na antiga Ford – é muito significativo para o mercado nacional e, de modo particular, para Sergipe? Que avaliação o senhor faz?

FERNANDO LINHARES – Claro! A BYD quer fazer de Camaçari um polo tecnológico e não apenas uma fábrica de fazer veículos. Eles estão construindo um complexo com fábrica, condomínios para os seus funcionários morarem na região. Uma verdadeira cidade lá dentro. E irão trazer inovação, novas patentes, tecnologia de ponta etc. Sem sobra de dúvidas, será um benefício e tanto para todo o Brasil. Acreditamos que a região Nordeste se fortalecerá cada vez mais no cenário nacional por isso, e ainda são estimados em torno de 10 mil empregos diretos e indiretos na região. Ou seja, vai gerar mercado consumidor e impulsionar a economia.

SÓ SERGIPE – Os modelos disponíveis para venda na concessionária Terra Santa variam de R$ 115.800,00 – para o Dolphin Mini, o mais em conta -, até o BYD Han – de R$ 539.000, o mais caro. No futuro, é possível, sonhar com preços mais acessíveis?

FERNANDO LINHARES – Sim! A fábrica em Camaçari/BA pode ajudar muito nisso com todos os produtos que serão fabricados na região, além do HUB no Porto de Suape em Pernambuco. Tudo para facilitar a logística, fortalecer a economia e diminuir custos. A tendência é que isso contribua para tornar os valores dos veículos da BYD mais acessíveis.

SÓ SERGIPE – De acordo com o site Autoesporte Globo, o BYD Song Plus, que custa R$ 229.800,00, se tornou o carro híbrido mais vendido do Brasil. Como tem sido a venda deste automóvel em Sergipe?

FERNANDO LINHARES – É um dos nossos carros mais vendidos – por ser híbrido tende a ser bem aceito -, porém o Dolphin Mini, 100% elétrico, tem sido o carro mais vendido no momento.

SÓ SERGIPE – A China é a segunda maior economia global, com crescimento anual de 5,2% do PIB em 2023, contribuindo com 32% do crescimento econômico mundial. O senhor acredita que, cada vez mais, novas empresas chinesas aportarão no Brasil?

FERNANDO LINHARES – Não só acredito, como já estão entrando. Não só no segmento automotivo, mas nos mercados de tecnologia, design, moda etc. É bom porque traz concorrência para o consumidor brasileiro e são produtos de qualidade e preço competitivo.

SÓ SERGIPE – O Grupo Linhares já tem, além da recente BYD Terra Santa, a Terra Santa Hyundai. Isso é um sinal de que o mercado automotivo sergipano é significativo para vocês? Há possibilidade de novos empreendimentos do grupo futuramente?

FERNANDO LINHARES – Claro, o mercado sergipano tem crescido muito. Percebemos o interesse crescente das pessoas em veículos novos e usados. Jamais descartaria novos empreendimentos aqui em Sergipe, é uma região com um público diversificado e a localização do estado, para o Nordeste, como um todo, é um ponto chave. Muito próximo de capitais superinteressantes para a gente, como Salvador e Maceió. Nossos negócios só tendem a crescer aqui.

SÓ SERGIPE – Este ano, o Grupo Linhares completou 26 anos de fundação, uma empresa cearense, nascida em Tauá. Quais são os planos para os próximos 26 anos?

FERNANDO LINHARES – Queremos expandir ainda mais o grupo e nossas marcas pelo Nordeste. Estamos observando novos negócios para atuação. Buscamos o crescimento do nosso negócio de forma sólida.

SÓ SERGIPE – Desde 2022 que o selo Great Place to Work atesta a qualidade do grupo ser uma das melhores empresas para se trabalhar no Brasil. O que levou o grupo a obter esse selo?

FERNANDO LINHARES – Temos uma cultura organizacional dissipada entre todos os colaboradores. Nossa visão de futuro é amplamente divulgada em nossas reuniões, somos transparentes com os nossos negócios e resultados. Nosso propósito é contribuir com a conquista das pessoas, gerando juntos prosperidade e alegria por toda a vida.

SÓ SERGIPE – Hoje, o Grupo Linhares cuida de quantas empresas e em quais estados? Quantos empregos diretos são gerados?

FERNANDO LINHARES – Hoje nós já somos mais de mil colaboradores em 25 lojas e estamos presentes em 4 estados, são eles: Ceará, Bahia, Rio Grande do Norte e aqui em Sergipe.

 

Compartilhe:

Sobre Antonio Carlos Garcia

Editor do Portal Só Sergipe

Leia Também

Advogada Lucilla Menezes: “Os prejuízos são imensos para os servidores públicos”, diante de decisão do STF

  Uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), depois de uma provocação do Governo do …

WhatsApp chat