domingo, 12/09/2021
A retomada das atividades começa dia 23 Foto: Agência Alese

Decreto do governo permite abertura gradual do comércio; escolas ficarão fechadas até dia 31 de maio

O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, publicou um decreto agora à tarde flexibilizando um pouco mais a abertura de estabelecimentos comerciais neste tempo de pandemia do coronavírus.  Escritórios de contabilidade, advocacia, por exemplo, foram autorizados a partir de amanhã.   Mas escolas e universidades públicas e privadas continuam com aulas suspensas até o dia 31 de maio.

Leia também: Sergipe registra a décima morte por covid-19

O decreto determina, ainda, o uso obrigatório de máscaras não cirúrgicas de proteção pela população para circulação externa, em especial para condutores de veículos e passageiros quando em deslocamento.

Também estão autorizados a funcionar a partir de amanhã, locadoras de veículos, lojas de tecidos e armarinhos.  A partir do dia 2 de maio, as lojas de cosméticos e perfumaria, relojoaria, móveis, colchões e eletrodomésticos. No dia 4 de maio, consultórios médicos, mediante agendamento com hora marcada, ficando vedada a sala de espera. Também estarão liberadas lojas de papelaria e livraria, mas continua vedado o funcionamento de bares e restaurantes anexos.

Ainda no dia 4 de maio poderão abrir lojas de produtos de climatização, serviços especializados em podologia, desde que limitados a 50% da capacidade de atendimento e com hora marcada.

Órgãos públicos

Também estarão funcionando órgãos públicos como Detran, Adema e Cehop para atendimento ao  público, desde que já agendado, não podendo haver qualquer tipo de aglomeração em sala de espera. O funcionamento será em turno corrido de 7 às 13 horas.

Leia na íntegra o decreto do Governo do Estado

Leia Também

Covid-19: Aracaju inicia, amanhã, vacinação de adolescentes de 17 anos sem comorbidades

A Prefeitura de Aracaju dará mais um salto na imunização da população contra a covid-19 …