segunda-feira, 04/03/2024

Articulistas

O TikTok pode destronar o Google como o rei das pesquisas?

Por Cleomir, Consultor de Marketing Digital (*)   A notícia de que o TikTok está se tornando o mecanismo de busca preferido de uma parcela da população, especialmente entre os jovens, causou um burburinho no mundo do marketing. Será que o gigante Google, líder absoluto nesse quesito há décadas, está finalmente ameaçado? Embora ainda seja cedo para tirar conclusões definitivas, …

Leia Mais »

Uma ignorância pedagógica no magistério

Valtênio Paes de Oliveira (*)   Na escola do século passado existiram palmatória, ficar em pé de costas por longo tempo, ficar de joelhos e tantos outros castigos. Pior ainda, o conceito do que era certo ou errado dependia do rigor da opção cognitiva do professor(a). Na avaliação, o considerado como certo pelos profissionais do magistério dependia da preferência pelo …

Leia Mais »

A simulação da virtude

Por Nilton Santana (*)   A melhor lanchonete da cidade que vendia comida árabe estava para fechar e, ao final da noite, o cozinheiro iria fazer apenas um derradeiro pedido. Um homem que prezava muito pela sua fama de virtuoso chegou até o balcão correndo para fazer justamente este último pedido da noite. — Já estava fechando — Diz o …

Leia Mais »

Fulvia, Maria e Petra – A propósito de A Casa do Lago da Lua, de Francesca Duranti

Léo Mittaraquis (*)   Francesca Duranti, nascida Francesca Rossi, tornou-se uma figura proeminente na literatura italiana. Segundo críticos da sua obra, Duranti manifesta uma prosa notadamente perspicaz e emocional. Seus livros continuam a ser lidos e apreciados pelo público, tanto na Itália como em outros países, sendo muito bem aceita na França, na Alemanha e na Espanha. É muito pouco …

Leia Mais »

Espírito comunitário, educação e responsabilidade cristã – os 60 anos da Campanha da Fraternidade

Campanha da Fraternidade 2024

Prof. Dr. Claudefranklin Monteiro Santos (*)   O contexto político do Brasil não era dos melhores. Uma sombra cinzenta caía sobre a nação, sob as hostes de alguns civis e militares, movidos por ideologias exageradamente conservadoras, preconceituosas e autoritárias. Ironicamente, instalava-se no país um regime ditatorial que tinha como principal aporte a máxima hipócrita de “Deus, Pátria e Família”. Assim …

Leia Mais »

Bangu e Flamengo: será que vale a pena pagar tão caro por esse “espetáculo”?

Estádio Batistão

Por Carlos Augusto (*)   Antes que queiram me trucidar, quero dizer que não tenho nada contra quem torce para time “A” ou “B” de qualquer Estado, até porque somos uma Federação e existe o livre arbítrio. Só para reflexão mesmo, estou até agora tentando entender certos torcedores, sejam eles de onde forem, acerca dos ingressos para ver o Flamengo …

Leia Mais »

Tobias, o cu-rioso

Por Luiz Thadeu Nunes (*)   Desde cedo Tobias mostrou a que veio, era diferente de todos os garotos de sua idade, e até dos mais velhos. Excessivamente curioso, tinha perguntas desconcertantes para todos, o tempo todo. Seu baú de perguntas nunca acabava. Sempre renovadas. Ainda pequeno, na aula de catecismo, perguntou: – Professora, é verdade que fomos feitos à …

Leia Mais »

Uso de celulares

Uso dos celulares

Charles Albuquerque (*)   Ah, o celular, essa extensão quase inseparável de nossas vidas modernas. Nos conecta, nos informa, nos entretém. É bem verdade que esse pequeno device vai além do entretenimento; para muita gente, ele se transforma num inseparável instrumento de trabalho e, exatamente, por isso ele se transforma num perigoso plug come-tempo. Será que estamos conscientes dos riscos …

Leia Mais »

Carnaval de Salvador, seus encantos e desencantos

Carnaval

Por Antônio Carlos Garcia (*)   “L iberdade, liberdade! Abra as asas sobre nós. E que a voz da igualdade, seja sempre a nossa voz”. Este é o título do samba enredo da Imperatriz Leopoldinense, de 1989, e que significa tudo que alguém pode sentir no maior Carnaval do mundo, em Salvador. Mas a capital, dona deste apoteótico e até …

Leia Mais »

Diário do caminho: primeiros passos

Por Hernan Centurion (*)   Ano Novo, novos sonhos, vontades, metas. Aquilo de ruim e desagradável que acontecera no ciclo do calendário gregoriano que ora se encerra, deixamos lá atrás, bem escondido, para nunca mais lembrarmos; já o que ficou pela metade, tentaremos doravante finalizar, tal qual uma colcha de retalhos. Porém, o que mais nos importamos, verdadeiramente, é recomeçar, …

Leia Mais »