segunda-feira, 26/02/2024

Leitura Crítica

Pena que Lavra, Tintura e Grada – A propósito de “Caderno Croqui (1985 — 1996)

Ronaldson Sousa

Léo Mittaraquis (*)   O poeta e o artista plástico/gráfico [assim eu o considero] propõe-se ao apanhado. E entre dois marcos, 85 e 96, dispõe seus versos e seus traços. Em ambos há cores. E diria, também, sua música. Ora, pois, sim: Ronaldson, ademais, é elegante compositor. Sei que o artista dialoga bem com o potencial polissêmico inerente à poesia. …

Leia Mais »

Fulvia, Maria e Petra – A propósito de A Casa do Lago da Lua, de Francesca Duranti

Léo Mittaraquis (*)   Francesca Duranti, nascida Francesca Rossi, tornou-se uma figura proeminente na literatura italiana. Segundo críticos da sua obra, Duranti manifesta uma prosa notadamente perspicaz e emocional. Seus livros continuam a ser lidos e apreciados pelo público, tanto na Itália como em outros países, sendo muito bem aceita na França, na Alemanha e na Espanha. É muito pouco …

Leia Mais »

Marcelo Ribeiro em Dois Tempos

Escritor Marcelo Ribeiro

  Por Léo Mittaraquis (*)                                                                        “Quando escrevo,                                                                         respiro a solidão                                                                         dos que ainda se calam                                                                         por dever de ofício”                                                                           …

Leia Mais »

Elias Canetti – Imolação, Desespero, Revelação, Redenção

Por Léo Mittaraquis (*)   “Canetti admirava clareza e precisão, bem como o poder imaginativo em escrever, mas detestava a pretensão e a autoestima excessiva dos escritores. Somente uma boa escrita é capaz de dar vida ao significado moral e cultural da atividade intelectual” Hans Reis Meu Projeto Leitura Crítica, vale dizer, minha formação, o lastro, que autoriza a me posicionar …

Leia Mais »

O Textamento de um livre-pensador – breves considerações sobre perfil e obra de Alberto Carvalho

Alberto Carvalho

Por Léo Mittaraquis (*)   Ouso tecer breve comentário sobre o espírito e a obra do grande mestre Alberto Carvalho, com quem tive o imenso privilégio de compartilhar algumas anônimas e discretas ocasiões em que conversamos sobre Belas-Artes e Literatura. Tão somente estes dois temas, estes dois campos. Mas, oh, o quão vastos se revelaram a partir da percepção acurada, …

Leia Mais »

YHVH – RAZÃO, TRANSCENDÊNCIA E REDENÇÃO NA POESIA DE MATEUS MA’CH’ADÖ – Segunda e última parte [Seções IV, V, VI, VII, VIII]

Por Léo Mittaraquis (*)   O rio subterrâneo, no dizer de Will Durant, que corre ao longo da produção poética YHVH, traz, em suas águas, a composição transcendente. E por estar situado além da realidade sensível, é o estado não-finito e não-temporal. É uma não-experiência, e só é possível ser concebida como um estado de espírito puro, para além do …

Leia Mais »

YHVH – Razão, transcendência e redenção na poesia de Mateus Ma’ch’adö

  Por Leo Mittaraquis (*) Sobre texto de apresentação da obra e as partes um, dois e três do livro (de um total de nove): “O Vale dos Abortados”; “Jonas”; “Verbo e Palavra”.   “Entre o Céu e o Inferno, existe o Humano” Mateus Ma’ch’adö   Mateus Ma’ch’adö está longe de ser um iniciante. Entretanto, com toda a certeza, é …

Leia Mais »