segunda-feira, 01/08/2022
Produtores rurais recorreram ao BNB Fotos: Fernando Augusto/Seias

Banco do Nordeste aplica R$ 1,8 bilhão em Sergipe em 2021

Compartilhe:

Em 2021, o Banco do Nordeste aplicou mais de R$ 1,8 bilhão em Sergipe, somadas as operações do programa Crediamigo e de outras fontes. O resultado ultrapassa em mais de 20% o recorde do ano anterior. Somente com recursos do FNE, o total é de R$ 1,2 bilhão em aplicações e coloca Sergipe na liderança proporcional do funding entre as superintendências estaduais. Com os programas de microcrédito, foram aplicados R$ 616,9 milhões no estado, sendo R$ 484,4 milhões pelo Crediamigo e R$ 132,5 milhões pelo programa Agroamigo.

Em números gerais, o banco fechou o ano de 2021 com contratações globais de R$ 41,9 bilhões. Foram R$ 831 milhões investidos a mais do que no ano anterior. As linhas de crédito voltadas para micro, pequenos e médios empreendedores alcançaram R$ 28,8 bilhões, o que corresponde a 69% de todos os recursos aplicados pelo Banco em 2021. A lista dos mais contemplados com os financiamentos do BNB no ano passado inclui micro e pequenas empresas, microempreendedores urbanos e rurais e agricultores familiares.

Anderson Possa, presidente do BNB

De acordo com o presidente do BNB, Anderson Possa, o resultado evidencia o compromisso do Banco e do Governo Federal com o desenvolvimento econômico da Região, bem como o olhar diferenciado da Instituição com os segmentos que mais geram ocupação e renda. “Em 2021, sofremos ainda os efeitos da pandemia, mas o Banco do Nordeste esteve oportunamente presente. Muitas famílias chegaram ao final ano com esperança no futuro, porque o BNB levou recursos, levou desenvolvimento”, afirmou.

Microempreendedores
O desempenho dos programas de microcrédito urbano (Crediamigo) e rural (Agroamigo) é exemplo do foco do BNB nos pequenos negócios. Eles responderam por 38,7% do total financiado pelo Banco no último ano. Por meio de seus programas de microcrédito urbano e rural, os maiores do País, o BNB emprestou R$ 16,2 bilhões no ano, valor 8,3% superior ao contratado em 2020. Ao todo, o Banco realizou 4,9 milhões de operações de microcrédito em 2021, o que corresponde a uma média de 19,6 mil empréstimos por dia útil.

Fontes de recursos
O Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), principal fonte de recursos do Banco, respondeu por R$ 25,8 bilhões do total contratado, resultado semelhante ao do ano anterior. Já a fonte Poupança Rural apresentou 62,34% de evolução em sua utilização em 2021. A alta se deve ao investimento de R$ 1,4 bilhão frente aos R$ 888 milhões de 2020.

Últimas notícias:

 

Compartilhe:

Leia Também

Setor da beleza

Empreendedores ainda encontram dificuldades para retomar faturamento

Embora o pior momento já tenha ficado para trás, alguns setores ainda enfrentam dificuldades para …

WhatsApp chat